domingo, 6 de setembro de 2009

Preúncio de Primavera

[Postado por Udi]

porque adentramos Setembro
os ipês florescem
a chuva molha numa temperatura amena

e... principalmente
porque brota no coração
uma esperança enorme!


Antes a vida
(de Andre Breton)

Antes a vida que estes prismas sem espessura mesmo se as cores são mais puras
Antes a vida que esta hora sempre enevoada estas terríveis carruagens de labaredas frias
Estas pedras sorvadas
Antes este coração engatilhado
Que este charco de murmúrios
Este pano branco a cantar ao mesmo tempo na terra e no ar
E esta bênção nupcial que une o meu rosto ao da total fatuidade
Antes a vida

Antes a vida com seu lençóis de esconjuro
As suas cicatrizes de fugas
Antes a vida esta rosácea no meu túmulo
A vida da presença s[o da presença
Onde uma voz diz Estás aí outra responde Estás aí
Eu pobre de mim não estou
E mesmo quando jogarmos ao que fazemos morrer
Antes a vida

Antes a vida antes a vida a Infância vulnerável
A faixa que parte dum faquir
Parece o escorregadouro do mundo
Não importa que o sol não passe de um destroço
Por pouco que o corpo da mulher se lhe compare
Pensas tu ao contemplar a extensão da trajetória
Ou tão-só ao fechar os olhos sobre a tormenta adorável que se chama a tua mão
Antes a vida

Antes a vida com as suas salas de espera
Mesmo sabendo não ir entrar nunca
Antes a vida que estas estâncias termais
Onde o serviço é feito por coleiras
Antes a vida adversa e longa
Quando aqui os livros se fecharem sobre estantes menos suaves
E lá longe fizer mais que melhor fizer livre sim
Antes a vida

Antes a vida como fundo de desdém
A esta cabeça já de si tão bela
Como antídoto da perfeição aspirada e temida
A vida a maquilagem de Deus
A vida como um passaporte virgem
Ou uma vitória como Pont-à-Mousson
E como tudo foi dito já
Antes a vida

(1923)

15 comentários:

rm disse...

Sai chuva! rss

Parceirinha, para você que gosta de coincidências: Murilo Mendes, importante poeta e intelectual mineiro, foi amigo de vários expoentes do chamado surrealismo (inclusive dos franceses) e era o melhor amigo de Ismael Nery.

Consta, inclusive, que Ismael pintava para Murilo que, supunha-se, nutria forte paixão por Adalgisa. Quando esta estava à beira da morte, em condições de extrema pobreza, Murilo se dispôs a vender os quadros que ganhara de Ismael...

Ava disse...

Udi, querida, voce sempre me surpreende nas postagens, isso porque sempre vem carregadas de tantos sentimentos...

As vezes é primavera... e só os espinhos despontam... sobrepondo-se as flores...

Ou talvez nossos olhos estejam cegos para os Ipês... para as flores...

Acho que hoje meus pensamentos estão como o céu que paira sobre Pirapora... Negros!

Assim como as tempestades que se anunciam, vem, arrasam e passam... assim são nossos acabrunhamentos...

Passam...


Beijos, e meu carinho e admiração!

Udi disse...

Ei parceirim mineiro,
Já faz tempo que Murilo Mendes está em minha lista dos que devo ler melhor e, vergonhosamente, ainda não consegui fazer o dever de casa.
E você, como sempre, ampliando meus horizontes para novas leituras, pinturas etc. Que bom que você reacendeu a minha atenção para o Murilo Mendes que, pelo que sei, não só é poeta mas também cronista e contista (estou enganada?).

Aos demais que se interessaram pelo assunto comentado pelo Érre Eme: mais (ótimos) detalhes no link http://verbofeminino-rm.blogspot.com/2009/09/amante.html

Udi disse...

Avinha, querida!
Então é Pirapora do Bom Jesus?! minina! morro de vontade de conhecer esse lugar.
Amiga:
claro! as tempestades, os espinhos, as nuvens pesadasa... passam.
Antes a vida!
;)
beijos

A.Tapadinhas disse...

Antes o amor...

...porque é para todas as estações!

O "n" foi saneado do título... se calhar não gosta da Primavera...
:)
Beijo,
António

Udi disse...

Tapadinhas querido!
Eu lia e relia e "sentia" que faltava um "n", mas o olhar sempre checava o segundo "n" e certificava-se de que nada faltava.
Só um olhar não leitor, um olhar de pintor, para enxergar essa má vontade do 1º "n" para com a Primavera!
beijo agradecido pelo olhar generoso sobre o erro de digitação!
Agora que faz sentido, ficará assim!
;)

Denise disse...

Sim sim sim
Antes a VIDA que esta ai florida para ser VIVIDA

cheiro de flores no ar........eu aqui com varias sementes para plantar e vc ai sempre intensamente "linda"

carinho

Udi disse...

Denise,
você foi a primeira a prenunciar a primavera 2009 pela blogosfera!
"Quando entrar Setembro
e a boa nova andar nos campos..."

De certa forma, este post dialoga com o seu. Espero que você retorne antes da Primavera.

beijos agradecidos.

Anne M. Moor disse...

Aqui no sul entrou setembro com temporais de vento, granizo e chuva a arrasar casas, árvores ...

Concordo com o António: "antes o amor" :-)

Beijos amiga

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Primavera, esperanças, lençóis...
Boas falas é o que sempre se encontra por aqui!
Que beleza!
Tô meio sumida porque estou levando uma surra da troca de e-mail para o gmail, mas já já tudo volta ao normal!
BJS!

Udi disse...

Anninha querida,
esse temporal já chegou aqui :(
Talvez você já tenha visto alguma notícia sobre o caos em que estamos por aqui... muitos estragos, menos na esperança ;)
beijos!

Udi disse...

Chris linda!
Vou te enviar um email prá você ter mais material para aprender o Gmail que, assim que você dominar, verá que é o melhor de todos.
beijos!

Glaura disse...

Querida,
que lindo!...

Érica disse...

Adoro a preparação da Primavera!

Walmir Lima disse...

Já entendi...
O úncio é o prenúncio do anúncio!
É a "prima vera", a primeira flor da estaçäo.
Antes a Vida!