sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Escrever!

[Postado por Anne M. Moor]

silêncio, estou escrevendo
e não sei se destas palavras
sairá como mágica um poema
uma reportagem ou um recado
não sei em que se transformará
este grupo de sujeitos e advérbios
que buscam aqui reunidos
decifrar todos os meus medos
silêncio, estou me escutando
e quem fala são meus dedos

by Martha Medeiros

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Susto

[Postado por Ernesto Dias Jr.]

Foi um susto. Tania, mãe da Carol, do Danilo e do Adriano, sofreu um acidente grave. Atropelada. Perninha quebrada -- daquele jeito que leva pino e coisa e tal -- duas costelas idem, puncionando o pulmão, e um estrago no nariz e no malar.
Fora as escoriações generalizadas.
Mas está estável, respira sozinha, não houve dano neurológico apesar do estrago na cabeça. Inspira cuidados, mas não corre risco.
Registro que foi atendida em um modesto hospital público municipal em São Vicente. Onde havia traumatologista, neurologista, ortopedista, centro cirúrgico capaz de atendê-la e tomografia computadorizada funcionando.
Estou mesmo pensando em tirar minha empresinha de São Paulo. Acho que vou levá-la para a minha terra natal. Já que tenho que pagar imposto, que seja onde meu dinheiro apareça.
Obrigado a Marcio França e ao pessoal da Duque de Caxias. Jorge sabe do que estou falando.

terça-feira, 27 de novembro de 2007

"Xavero baun"

[Postado por Carol Dias]


Oba chave é R$1! Carreta. Conserta e amola tesoura e alicate. Dou aula de português (PASMEM!). Faço carimbo. Sou o melhor chaveiro.
Amola e conserta tesoura, alicate, faca. Sou o melhor amolador. É R$1 só!

Não entendeu? Tente aqui:




mais dificil né? hahahah

Como uma onda

[Postado por Udi]

A vida vem em ondas
como o maa-a-ar
num indo e vindo infinito


pronta prá ir ao encontro da próxima...


não adianta fugir
nem mentir prá si mesmo
a-go-ra
há tanta vida lá fora
aqui deeeentro
sempre...


...assim que descobrir como funciona


segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Programa de domingo: Eduardo Neves e Paulinho Moska

[Postado por Angela]

O que você faria se só te restasse um dia?
Se o mundo fosse acabar
Me diz, o que você faria?
(O último dia - Paulinho Moska e Billy Brandão)


Eduardo Neves: Compositor, flautista, saxofonista. Criou o grupo Pagode Jazz Sardinha's Club. - Prêmio Tim de melhor grupo instrumental. Demais!
CD - Gafieira de Bolso

Paulinho Moska: Já sou fã desde a época do Garganta Profunda, Inimigos do Rei e primeiro CD solo.

Os dois juntos? Samba, jazz e gafieira da melhor qualidade! Super!



(Fotos: Lucas Ninno)


domingo, 25 de novembro de 2007

Poema em linha reta

[Postado por Érica Martinez]

Fernando Pessoa - Maravilhoso...

Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.
E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo.
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu, que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cômico às criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu, que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
Para fora da possibilidade do soco;
Eu, que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo
Nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho,
Nunca foi senão príncipe - todos eles príncipes - na vida...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana
Que confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!
Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó principes, meus irmãos,

Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?

Então sou só eu que é vil e errôneo nesta terra?

Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
Eu, que venho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.

FELIZ ANIVERSÁRIO WALMIR!!!!!

[Postado por Anne M. Moor]

(Não pude resistir meu amigo... hahahahaha)

Uma receita de carinho

Receita:
Um monte de Tranqüilidade
Algumas colheres de Esperança
Duas pitadas de Paciência
Carinho, muito Carinho!

Misture os ingredientes,
leve ao forno pre-aquecido até dourar!
Dica:
Se acontecer de queimar, não se apavore.
O bolo da vida só chamusca por fora,
por dentro não se estraga.
Então, se passar do ponto,
remova a camada externa, queimada,
e cubra generosamente com Amizade.

Está pronto o bolo mais gostoso do Mundo!

sábado, 24 de novembro de 2007

Inseminando boatos

[Postado por Flavio Ferrari]

Ouvi dizer que a Jú está grávida .... e não foi a Érica quem me contou ...
Isso explicaria sua ausência ...
Explicaria ?
Claro ... aproveitando o momento médico lá do "Life ... Living" da Anne, a casuística da blogsfera nos leva a concluir que o desequilíbrio hormonal motivado pela gravidez reduz o "animus postandi" (cadê a Amanda ?).

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

tempo, tempo, tempo, tempo...

[Postado por Érica Martinez]

me espanta pensar na velocidade do tempo...
o que vc estava fazendo na semana passada? e no mês passado? e no ano passado?
como era a sua vida?
quem vc era?

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

PAIÊÊÊ!!

[Postado por Carol Dias]



Pensamento abstrato

[Postado por Flavio Ferrari]

Coisas boas de fato
Voltam contentes à memória
Quando observo o velho retrato

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

SAMPA

[Postado por Reinaldo Ortega]

terça-feira, 20 de novembro de 2007

sábado, 17 de novembro de 2007

Razão e emoção...

[Postado por Anne M. Moor]


Metade de nossos erros na vida vêm do fato de que sentimos quando deveríamos pensar e pensamos quando deveríamos sentir.

by Lhurton Collins

sexta-feira, 16 de novembro de 2007

[Postado por Reinaldo Ortega]

Par perfeito

[Postado por Flavio Ferrari]

Curiosamente (ou não), a conversa com duas amigas ontem passou por um mesmo tema: a busca do par perfeito.

Considerando a hipótese de que mais amigas estejam pensando no assunto, ainda que por mero acaso, decidi partilhar aqui minha opinião sobre o assunto.
Para começar, creio que par perfeito não existe. Pelo menos não para sempre.
Assumir a possibilidade de imperfeição já é um bom começo.
Ficamos, então, com a idéia de um bom par.
Aí, tendo a acreditar que o melhor parceiro é aquele que preenche as carências. Uma pessoa auto-suficiente não precisa de companhia. Logo, se alguém está buscando companhia é porque tem carências a preencher.
Mas para dar certo, você também tem que preencher as carências do outro.
Quanto melhor for esse "encaixe", maior a possibilidade do relacionamento "dar certo".
Além disso, as características "não complementares" não podem ser muito conflitantes. Quando isso acontece é terrível. Acaba num daqueles relacionamentos em que duas pessoas estão sempre brigando mas não podem viver uma sem a outra.
Simples de explicar, dificílimo de encontrar.
Mais dificil ainda porque isso tudo é dinâmico; muda com o tempo.
E, nesse caso, a atenção às características não conflitantes é importante, porque oferece a possibilidade de enfrentar os períodos de transição sem maiores traumas.
No mais, algumas características deveriam ser tomadas como "default" (básicas) para qualquer que seja o candidato a parceiro: respeito, consideração, tolerância e bom humor.
Como disse outro dia, precisa beijar sapo se quiser encontrar o principe. E, também, contar com um pouco de sorte.
Eu tenho sido um homem de muuiiita sorte.
ps - vocês não imaginam as imagens que encontrei na internet quando busquei "perfect pair" e "encaixe" .... N2 e N4 tiveram que acorrentar o Ludo na grade da varanda !


quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Com o perdão da palavra...

[Postado por Anne M. Moor]


Um velho senta-se num banco no ônibus, bem em frente a um Punk de cabelos compridos, com mechas verdes, azuis, rosas e vermelhas. O velho fica olhando para o Punk e o Punk olhando para o velho. O Punk vai ficando invocado, até que então pergunta ao velho:
- O quê foi vovô? Nunca fez nada diferente quando era jovem?
O velho responde:
- Sim, eu fiz. Quando era jovem, fiz sexo com uma Arara, e estou aqui Pensando:
''Será que este FDP é meu filho?''

It´s gonna be a bright sunshine day

[Postado por Raquel Neves de Mello]

http://www.youtube.com/watch?v=MptbLYzaP0M

Deixem o som da percussão ritmar suas respirações e corações. Vamos exorcizar o baixo astral.
It´s gonna be a bright (bright) sunshine day.

Vislumbrando vítimas: o vaticínio

[Postado por Flavio Ferrari]

Caros companheiros ...
Lamento fazer uma previsão tão negativa.
Mas acredito que uma energia negativa nos ronda no momento.
Devem se lembrar que há alguns meses apontei um momento coletivo de introspecção na blogaldeia.
Pois é ... agora é o momento de enfrentarmos nossos fantasmas.
Pelo menos 5 de nós já partilharam de forma direta ou indireta seu momento difícil.
E, diferentemente da outra vez, é algo que aparentemente vem em surtos e vai "contaminando" um a um.
Take care, my friends...

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Poema XX Pablo Neruda por Alex Ubago

[Postado por Raquel Neves de Mello]

http://www.youtube.com/watch?v=SpH8kSpHHCc

Parece que esse poema foi escrito quando Pablo Neruda ainda era um adolescente. Amor adolescente. Amor.

Aprenda inglês em 2 minutos

[Postado por Carol Dias]

[Amoooo]


FRENCH: Dianteira: sai da FRENCH, por favor.
HAND: Entregar, dar por vencido: você se HAND?
YEAR: Deixar partir: ela teve que YEAR.
VASE: Momento de jogada: agora e minha VASE.
CREAM: Roubar, matar, etc.: ele cometeu um CREAM.
DATE: Mandar alguém deitar: DATE ai.
DAY: Conceder: eu DAY um presente para ela.
PAINT: Objeto: me empresta o seu PAINT?
FAIL: Oposto de bonito: ele e FAIL.
RIVER: Pior que FAIL: ele é O RIVER.
EYE: Interjeição de dor: EYE que dor de cabeça!
TO SEE: Onomatopéia que representa tosse: Acho que vou TO SEE!
CAN'T: Oposto de frio: o carro esta CAN'T.
MORNING: Nem CAN'T, nem frio: o carro esta MORNING.
FEEL: Barbante: me da um pedaço desse FEEL para eu amarrar aqui.
MICKEY: Afirmativo de queimadura: MICKEY may.
TOO MUCH: Legume: quero uma salada de TOO MUCH.
HAIR: Marcha de carro: ele engatou a HAIR.
MISTER: Sanduíche: eu quero um MISTER can't.
MAY GO: Pessoal dócil: ele e tão MAY GO.
YOU: Expressão de curiosidade: YOU seu irmão, como vai?

segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Tempo....

[Postado por Amélia]

O que é o tempo?

Para uma criança, a diferença entre uma boneca ainda embrulhada para presente e, alguns instantes em seguida, a mesma sem roupa e rabiscada pelos prazeres da vida...

Para um adulto, o descascar de uma parede machucada pelo tempo e desbotada pelo sol...

Para uma flor, o podar lento e cativante do jardineiro...

Qual será realmente o nosso tempo?

(Inspirado no último post do Flávio)

domingo, 11 de novembro de 2007

sábado, 10 de novembro de 2007

O museu das grandes novidades

[Postado por Flavio Ferrari]


O tempo não para .... (Cazuza).
Uma das interpretações possíveis para a parede-conceito que tenho aqui em casa é essa.
Sobre toda a arte contemporânea, efêmera, um quadro da Monalisa, terna e eterna.
Coisas que vem, coisas que passam, coisas que ficam.


sexta-feira, 9 de novembro de 2007

"O passado"

[Postado por Érica Martinez]

Não, não tem a ver com o filme do Babenco...
Lendo uma matéria sobre a visita da Yoko Ono à São Paulo, me veio à cabeça:
passaram-se 27 anos da morte de Lennon e nunca mais ouviu-se falar de algum parceiro de Mrs. Ono, estou certa? Ela vai ser, pra sempre, a viúva do Beatle...

(e acho que ela realmente só consegue vender sua arte por conta disso, pq... honestamente, não gostei das tais esculturas sentadas no banco... sabem?)

Bom dia!

[Postado por Estrelinha]


Meus amigos, estou saindo do blog por um tempo, agradeço o grande carinho de todos...Voces são muito importantes para mim. Estou passando por uma fase ruim na minha vida, a qual me deixa muito triste e n quero estar postando tristeza. Espero voltar logo...Bjs

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Rir faz bem!

[Postado por Anne M. Moor]


Dica gostosa! Vão lá visitar minha amiga Vera no http://veramenezes.blogspot.com/ e riam um pouco...

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Elementar, meu caro ...

[Postado por Flavio Ferrari]


Watson que nos diga
Tendo acompanhado à fadiga
O arguto Sherlock

Qual é o segredo da vida
Da felicidade que anda esquecida
Por quem coleciona berloques

A chuva molha a avenida
A noite me acolhe, amiga
O sorriso vem, a reboque

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

Obrigada

[Postado por Lú]


Nem sei como agradecer a deliciosa acolhida de todos.

Fiquei felicíssima e hoje ainda ganhei bolo de chocolate branco.

Gahei t ambém a doçura e o calor da Estephânia , Jorge e Georginho, que derretem e aquecem qualquer coração.

Anne,Walmir, companhias agradáveis e queridas.

Ernesto, bem, melhor dizer pessoalmente...

domingo, 4 de novembro de 2007

A bem da verdade ...

[Postado por Flavio Ferrari]

E depois o Ernesto diz
Que o Walmir é o perigoso
Ora meus caros, aqui temos
Um ardil mais que melindroso
E não é coisa de aprendiz
O Lorde é mais famoso
Mas nos devidos termos
O sujeito mais fogoso
É o tal de Jorge Lemos




(modesta homenagem a essa deliciosa trinca de amigos)

sábado, 3 de novembro de 2007

E não é que ela veio ?

[Postado por Flavio Ferrari]


Num sensacional overlaping, à Anne que já estava juntou-se a Lucia que arrivou.
Foi genial ... aliás, foi no Genial que todos nos encontramos de improviso.
Anne (com seu filho e nora), Lucia, Udi, Érica, Walmir, Ernesto, Jú (com o maridão e um séquito de amigos), Ti e eu.
Foi como se sempre tivesse sido.... uma delícia.
Na foto, o flagrante da reação dos amigos à sequência hilariante de piadas que aproveitei para contar ...

sexta-feira, 2 de novembro de 2007

Beijos

[Postado por Flavio Ferrari]

Beijo dado ...

Beijo roubado...
Beijo na boca, na nuca, na orelha
Beijo de lado
Beijo abafado
Beijo nos olhos, nos lábios, de esguelha
Beijo molhado
Beijo enlaçado
Beijo nos seios, nas coxas, de abelha
Beijo de alma
Eterno, com calma
Beijo infinito
Beijo