sexta-feira, 31 de agosto de 2007

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Obrigado é muito pouco.

[Postado por Ernesto Dias Jr.]

Este meu aniversário bateu o recorde de felicitações em mais de meio século! E o que fez a diferença foi, claro, um novo grupo de novos amigos, muitos dos quais sequer vi pessoalmente.

O carinho e a atenção de vocês faz muito mais diferença do que a mera contagem. Não daria pra escrever direito a sensação de acolhimento. Vocês fizeram cócegas na minha alma, é só o que me ocorre.

Um beijo de todo coração a todos(as) e cada um(a).

P.S. Tina está morrendo de inveja. Mas ela vai ter que esperar, rsrsrs. Ela é aquário – 29 de janeiro.

Dia duro, duríssimo

[Postado por Raquel Neves de Mello]

O dia hoje foi duro, duríssimo. Depois de mais de um ano de impasse, meu marido saiu hoje de casa. Hoje também confirmei, depois de meses de rumores, de que a unidade em que eu trabalho pode ser varrida do mapa, ou melhor, da corporação, e com ela o emprego de 35 trabalhadores, a maioria muito pouco qualificada, o que reduz as chances de recolocação. Só me restou vir pra casa mais cedo, pegar meu filhote na natação e assistir com ele Os Simpsons. No único cinema de minha cidadezinha do interior, que fará a última projeção no dia 13 de setembro. Vai fechar por falta de espectadores. Dia duro, duríssimo.

Caro amigo Ernesto!

[Postado por Estrelinha]

Parabéns!!!!Desejo-lhe toda a felicidade do mundo!!!!!!!!!!!!!
VOCE É ESPECIAL!!!!Beijos!!!!

Happy Birthday!!!!

[Postado por Anne M. Moor]

This man calls himself:
autodidata convicto,
politicamente incorreto
crítico rabugento,


Mas esquece de dizer
que acima de tudo
é uma pessoa que
se importa com os
outros...

Os olhos e o jeito de
parar e olhar ao longe
espelha os sentimentos
de saudades incontidas
e de vontades outras
Parabéns Amigo!

Parabéns, Ernesto!

[Postado por Udi]


Deixando flluir a idéia do aniversariante, que afirma não haver diferenças entre os sexos, faço uso de um gesto "masculino" para homenageá-lo, pelo aniversário e por saber cultivar seu lado feminino.
Ernesto, as flores são prá você.
Feliz Aniversário!

"Happy birthday, Mr. President"

[Postado por Érica Martinez]

Temos um aniversariante na aldeia! eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!
Como ninguém ainda se manifestou, aqui estou eu,
"postante frenética" para dar início às comemorações!
Pelo pouco que conheço do rapaz, percebo que ele é muito querido por todos por aqui, por isso escolhi essa imagem que retrata bem o nosso café - já viram quantos nomes femininos tem aí na listinha ao lado??? Mulher gosta mesmo de falar, né?
Well... blablablabla...
FELIZ ANIVERSÁRIO, ERNESTOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!
Todas as melhores energias pra vc! eba!

terça-feira, 28 de agosto de 2007

Isso me deixa com vergonha...

[Postado por Carol Dias]

Queria tanto postar algo que fosse diretamente relacionado com Ed. Física mas ainda não tive tempo...
Perdida pelo google, eis que me deparo com isso
Nem precisa ler pra entender do que se trata. Mas além dos "milagres" registrados, atentem para o super brinde no final.
Palhaçada né?
Cada vez mais banalizada, a Ed. Física é conhecida como "curso dos que não sabem o que fazer".
É rir pra não chorar...

segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Vale a pena!

[Postado por Gui Ferrari]





Um filme que fiz. Muito importante lembrar que a falta de sincronia com a boca é proposital!

domingo, 26 de agosto de 2007

Aproveitando a dica da Anne ...

[Postado por Flavio Ferrari]

Só para testar a nova "feature" e divertir os amigos ...


video

Pra constar! BANDA KIWI DILEMMA!

[Postado por Gui Ferrari]

Minha banda (KIWI DILEMMA) fará dois shows esse mês de setembro!

DIA 09 - TRIBE HOUSE (show da banda Granada, abertura por KIWI DILEMMA e mais tres bandas)\
a kiwi tocará lá pelas 17h, talvez um pouco antes. na henrique shaumann.

DIA 22 - BAR CAÇA http://www.barcaca-sp.com.br/(Festival de bandas, a KIWI DILEMMA vai tocar as 15:50h.)

SUUUUper matines para vocês! ahuahuah brigado pela atenção gente!
o site com as musicas da banda é www.myspace.com/kiwidilemma
beijos e abraços!

Pra constar!

[Postado por Gui Ferrari]

Procurando amor

[Postado por Tina]

Ontem, ajudando Walmirzinho a colocar um campinho de busca no Centauro, caiu a ficha: aquele campinho em branco no canto superios esquerdo do Prozac (e de qualquer blogspot), já faz buscas dentro do próprio blog.

No Prozac, "amor" encontra onze postagens. "Ódio" só uma. nada mau, né?

Mas tem uma diferença: os buscadores do Assertiva/Arguta e agora do Centauro encontram palavras também nos comentários, o que o do Blogger não faz. Ufa!

pensamento deste momento

[Postado por Udi]

um mundo mais feminino:
talvez mais caótico
...e menos cruel

Dica do Orkut

[Postado por Flavio Ferrari]

Essa é a frase da sorte do meu Orkut de hoje:
"Pare de procurar eternamente; a felicidade está bem ao seu lado"
E não é ?

sábado, 25 de agosto de 2007

Meu Protesto - by Jean Lemos

[Postado por Walmir Lima]


Meu Protesto - by Jean Lemos

Este post é de autoria de Jean Lemos, filho do escritor Jorge Lemos, e reproduz o texto do e-mail enviado pelo autor ao Senador Aluizio Mercadante, em 24 de Agosto de 2007.


Excelência,

Minha admiração por pessoas, que acredito serem de verdade, me fez votar em vossa excelência todas as vezes em que se candidatou.

Crendo em ti, como pessoa, e sendo eu um humilde professor, um pensador e formador de idéias de cidadania entre os pequenos, prego que o poder corrompe e, em nome dele, o homem é capaz de vender sua eterna alma.

Os discursos que se apresentam entre os membros de vosso partido são de defesa de migalhas financeiras aos 40 milhôes de miseráveis, encurralando-os em pastos não tão verdejantes.

Pasto bom e saudável é a Educação, não o pão seco das bolsas família.

Ensina-se a pescar e não se dá o peixe. Orienta-se a refletir e não a assimilar os conteúdos.

Infelizmente a política é feita de barganhas imediatas e não de investimento a longo prazo, como é na Educação.

Mas, o que são 70, 80 ou 90 anos de vida, com muito enfado e trabalho para os outros, perto da eternidade?

A economia é feita do trabalho, e o trabalho, da educação.

Meu protesto é contra a CPMF e os destinos falácios que são apresentados.

Louveira, 24 de Agosto de 2007.

Jean Baptist D'Aragon Spada Lemos
Brasileiro, paulista nascido aos 7 de setembro.
Patriota e crente em Deus.

(Imagem: cedecaceara.org)

Cavalgando os sentimentos...

[Postado por Amélia]

Nesta semana no curso de teatro me vi controlando minha emoção de uma forma racional e ao mesmo tempo intensa... Como é possível? Passar da agressão, ao apelo... da alegria, a tristeza...do amor, ao ódio com tanta maestria?

Conclui então que faço isto na minha vida... Cavalgo meus sentimentos, às vezes de forma intensa lembrando uma bela galopada. De outras de forma tranqüila e curta como um trotar pela montanha... E em outros casos em um ambiente escuro, frio, firme e ao mesmo tempo incerto, como a marcha em uma floresta...

Mas consigo controlar, mais rapidamente quando domesticado e conhecido ou com um trabalho intenso quando selvagem e desconhecido...

De que forma? Pelo otimismo de que tudo sempre pode melhorar, pela certeza de que devemos viver o presente e, principalmente, mantendo a minha sela que me acompanha pela vida, chamada por alguns de essência....

Tempos outros tempos

[Postado por Flavio Ferrari]

Saudades de outros tempos

Quando as coisas eram perfeitas
A mente mais estreita
E o coração maior
Hoje enxergo mais longe
E vejo o que me escondia
Desprotegida a alegria
Sucumbe ao por do sol
Curiosa ironia
Ao buscar o que me fazia falta
E encontrar o que queria
Sinto falta da falta que fazia


Corrigindo a quebra de texto

[Postado por Tina]

Meninas, o filme novo do Tarantino e do Rodriguez é o máximo (Grindhouse). A primeira parte (dirigida pelo Rodriguez) é só para estomagos fortes. Mas a segunda (Tarantino) com o Kurt Russell e aquela menina Zoe Bell é demais.

Mas eu cheguei do meu cineminha e o chefinho disse que tinha um bug naquele negócio do "Leia mais..." que eu instalei aqui no Café.

Tinha mesmo. Já tirei. Mas também tive que fazer uma mudancinha nas instruções pra vocês usarem. Sorry.

Eu já corrigi lá na minha postagem sobre quebra de texto. Se você recortou e copiou o código, faça isso de novo, pra não sair bobagem, certo?

A única mudança foi o pedacinho de código:

<span class="fullpost">

que ficou um pouco mais compridinho:

<script language='javascript'>pico=1</script><span class="fullpost">

Desculpem minha falha, tá? É que o chefinho exije tanto de mim...

Beijão!

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Teste

[Postado por Ernesto Dias Jr.]

Testando uma coisa esquisita...
Hummmm... A Tina fez alguma coisa errada aqui. As postagens estão saindo com o "Leia Mais..." mesmo que não tenha nada mais pra ler, rsrsrs...
Ela foi pegar um cineminha. Quando voltar peço a ela que corrija. Até lá, paciência. Eu é que não entendo nada deste troço aqui.

Relaxa e...Tenta de Novo

[Postado por Walmir Lima]

Turismo para Aposentados

Finalmente uma medida que, a despeito de ter vindo através da Marta Suplicy, Ministra do Turismo, entendo ser digna do meu aplauso.

Acaba de ser lançado um programa turístico para aposentados, o Viaja Mais - Melhor Idade, que, teoricamente, facilitará a vida dos idosos deste país, para que possam, até que enfim, fazer um pouco de turismo, gozando de benefícios, apoiados nas instituições financeiras, com facilidades, via proventos de aposentadoria, e contando com o apoio e o incentivo do Govêrno Federal. Vai, inclusive, gerar mais empregos na área do turismo da baixa estação, etc, etc.

Sem entrar em detalhes, achei a medida digna de comemoração e aplausos.

Agora, nossos velhinhos poderão até seguir os brilhantes conselhos da Ministra (que não consegue se desligar de sua profissão de origem) :

Relaxar e.....Tentar outra vez!

(...hehehe...)

ser livre

[Postado por Érica Martinez]

"Rir é arriscar parecer tolo...
Chorar é arriscar parecer sentimental...
Tentar alcançar alguém é arriscar envolvimento...
Expôr sentimentos é arriscar rejeição...
Expôr os seus sonhos perante a multidão, é arriscar parecer ridículo...
Amar é arriscar não ser amado de volta...
Seguir adiante face a probabilidades irresistíveis, é arriscar ao fracasso...
Mas quem não arrisca não saberá nunca se venceu!
Quem não corre riscos não saberá nunca o sabor da conquista!
E apenas uma pessoa que corre riscos é LIVRE."
Alexander Lowen

Quebrando textos

[Postado por Tina]

Atendendo a pedidos, Tininha aqui tanto fez que conseguiu instalar a quebra de textos no Prozac. A receita é simples.

Antes de mais nada, uma advertência: Quando usar este truquezinho, verifique sempre o resultado. Um errinho e você pode retirar o resto do blog do ar, rsrsrs.


Se isso acontecer, é só deletar a sua postagem e tudo volta ao normal. Nada se perderá, não tenha medo. Como sempre, eu recomendo que você experimente, experimente, experimente...

Passo 1: Escreva a sua postagem
Faça a sua longa postagem normalmente, do jeito que está acostumado(a).

Passo 2: Passe para o modo Editar HTML
No modo HTML, escolha o lugar onde você quer "quebrar" a postagem. Nesse ponto, escreva o seguinte código:

<script language='javascript'>pico=1</script><span class="fullpost">

Passo 3: Feche o comando Span
Ainda no modo HTML, vá até o fim do seu texto e inclua o seguinte:

</span>

Pronto. Publique sua postagem e veja o resultado.

Dicas:

Este recurso só fica bem em postagens um pouco mais compridas, ou então fica meio cansativo. Mas a vantagem é que a primeira página fica mais limpa, sem esconder muito as postagens anteriores, né?

O uso de leads como esse são bem bacanas, e são usados por todas as mídias. Mas podem ser mais bacanas ainda se você usar a imaginação. Ele obriga a gente escrever primeiros parágrafos mais cheios, à moda de teasers para chamar a atenção do leitor. O ponto de corte também é importante: escolha-o com carinho.

Você pode incluir essa funcionalidade nova do Prozac em qualquer postagem antiga. Ela vai funcionar do mesmo jeito.

E, finalmente, se você tem um blog e quer saber como modificar o programa (lay-out) dele para obter o mesmo resultado, peça no comentário e eu envio um e-mail com uma receitinha de bolo. Se você tiver medo de mexer na barriguinha do seu blog, me mande por e-mail o logon e a senha e eu mesma faço isso pra você. Depois você sempre pode trocar a senha pra eu não ficar bisbilhotando lá, né?

Beijão pra vocês!

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Ricardo Reis

[Postado por Raquel Neves de Mello]


Cotopaxi, Equador, julho 2004

Não só quem nos odeia ou nos inveja
Nos limita e oprime; quem nos ama
Não menos nos limita.
Que os deuses me concedam que, despido
De afetos, tenha a fria liberdade
Dos píncaros sem nada.
Quem quer pouco, tem tudo; quem quer nada
É livre: quem não tem, e não deseja,
Homem, é igual aos deuses.

que bicho você é?

[Postado por Érica Martinez]

Pessoal, eis aí um link para um testezinho sobre personalidade...
Depois me contem o que deu, ok?!
Meaaaow!

Miau, você é um gato! O gato possui personalidade heterogênea, isto é, tem várias faces. É uma pessoa que sabe ser dócil quando lhe convém, mas também mostra suas garras nos momentos em que se sente acuada. No budismo, censura-se o gato por ter sido um dos únicos animais (ao lado da serpente) que não se comoveu com a morte do Buda. Os felinos são muito desconfiados, observadores e maliciosos. O gato também está associado ao consumo (você gosta de fazer umas comprinhas, não!?!). Admirável é a sua força e agilidade para se livrar de situações difíceis ou embaraçosas.

quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Pra Udi e todos...

[Postado por Anne M. Moor]

Nostalgia da adolescência...

conteúdo impróprio!

[Postado por Érica Martinez]

O ministério da saúde adverte:
ler este post pode causar danos à sua dieta.

Faminta e de TPM no que eu posso pensar?
COMIDA!

sorvetedeflocosbolodecenourasashimidesalmãoshimejinamanteiga
coisascomalhochocolatescomcookiespipocaqueijoparmesão
petitgateaupicanhaamanditamilkshaketemakipringlespicantes
comidamexicanapãodequeijoberingelaemconservacaldoverde
batatafritaassadacozidagratinadatorradinhascompatênuggets
tortadepalmitoquichedequeijocoisascompeitodeperu
bisbrancohersheyscomcookies e um cafezinho, por favor.



[Postado por Anne M. Moor]

Reflexões de uma tarde cinzenta:

Uma vez alcançado o cume da montanha, a velocidade aumenta...

Compre O Gui Ferrari!

[Postado por Gui Ferrari]

terça-feira, 21 de agosto de 2007

Blowin' in the Wind (2)

[Postado por Anne M. Moor]


Continuação do post da Erica... Cliquem aqui...

Blowin' In The Wind

[Postado por Érica Martinez]


Na década de 60, essa música do Bob Dylan se tornou o hino do movimento dos direitos civis, mas sua letra, ainda atual, pode ter muitos sentidos...
Enjoy!

How many roads must a man walk down,
Before you call him a man?
How many seas must a white dove sail,
Before she sleeps in the sand?
Yes and how many times must cannonballs fly,
Before they're forever banned?
The answer, my friend, is blowin' in the wind
The answer is blowin' in the wind

Yes and how many years can a mountain exist,
Before it's washed to the seas (sea)
Yes and how many years can some people exist,
Before they're allowed to be free?
Yes and how many times can a man turn his head,
Pretend that he just doesn't see?
The answer, my friend, is blowin' in the wind
The answer is blowin' in the wind.

Yes and how many times must a man look up,
Before he can see the sky?
Yes and how many ears must one man have,
Before he can hear people cry?
Yes and how many deaths will it take till he knows
That too many people have died?
The answer, my friend, is blowin' in the wind
The answer is blowin' in the wind

segunda-feira, 20 de agosto de 2007

my world

[Postado por Érica Martinez]

...E quando você sentir que não pertence mais à lugar nenhum, vá e construa o seu próprio mundo, onde você será o seu rei e seu único juiz.

"Mundinho Lego" em referência à obra de MC.Escher - Relativity, 1953

love me tender

[Postado por Érica Martinez]

Estava vendo ontem na Cultura uma matéria sobre Elvis, (semana passada completaram 30 anos que ele morreu) tocaram muitas músicas, passaram várias imagens, mas ficou faltando essa, que não tenho aqui para colocar pra tocar pra vocês, se alguém tiver...
Música linda, voz linda!

Love me tender,
love me sweet,
never let me go.
You have made my life complete,
and I love you so.

Love me tender,
love me true,
all my dreams fulfilled.
For my darlin' I love you,
and I always will.

Love me tender,
love me long,
take me to your heart.
For it's there that I belong,
and we'll never part.

Love me tender,
love me dear,
tell me you are mine.
I'll be yours through all the years,
till the end of time.

Terra Santa

[Postado por Flavio Ferrari]

"Não te chegues para cá, tira os teus sapatos dos teus pés, porque o lugar em que estás é terra santa" (Exodo 3:5)
Ia começar a escrever esse post quando um livro caiu da prateleira: Patriarchas e Prophetas - legado de minha falecida avó adventista.
A postagem que pretendia fazer era um comunicado e um convite. Comunicaria que minha sensação de que estávamos passando por um momento coletivo de introspecção passou e que, de algum modo, sinto que as coisas voltam ao normal para todos. E o convite era para um novo encontro da turma blogueira.
Mantenho o objetivo original, mas agrego o convite adicional para uma pequena introspecção: nesta "terra santa" que estamos construindo, é chegada a hora de tirar os sapatos (ou aquilo que eles representam).
Prefiro não dizer mais nada e deixar que cada um pense no assunto ...

domingo, 19 de agosto de 2007

Encolhendo imagens

[Postado por Tina]

Ufa! Enfim consegui um jeitinho simples de encolher imagens pra postar na net. E uso uns programas meio complicados, que fazem muita coisa mas são meio chatinhos de explicar como funcionam.

Agora achei um programinha simples porém sincero pra reduzir o tamanho de qualquer imagem. É o Image Resizer da 3twists Software.

Então vamos lá.

Primeiro baixe o programinha neste endereço, e instale. Depois, é só botar o tal pra rodar, e pronto. Ele é tão simplezinho que se auto-explica.

Dicas:

Reduzir sempre para o formato JPEG (É só olhar lá na janelinha Image Format do programa).

Quanto ao tamanho, recomendo clicar em Custom Size e ajustar W(ide) para alguma coisa entre 250 e 400. Não se preocupe com a altura. Se Constrain Proportions estiver clicado, o programa vai reduzi-la proporcionalmente para você. Daí é só clicar em Resize e pronto.

O programa é tão amiguinho que vai gravar o novo arquivo com um nome diferente, para não apagar o anterior. E você pode também mudar o nome se quiser, na hora de concluir.

Às vezes a gente não quer apenas reduzir a imagem, mas também fazer um corte nela, selecionando só um pedaço para publicação. Nesse caso, recomendo usar outro programa qualquer, como o PaintBrush ou o Image Manager para isso. Então, e só então, encolhar a imagem com o Image Resizer se necessário.

Ajudei? Se quiser que eu detalhe melhor, pergunte que eu respondo aqui mesmo nos comentários, certo? De qualquer forma gostaria muito de saber se esse programinha solucionou o probleminha.

Beijão procês!

A troca.

[Postado por Gui Ferrari]

A troca pela troca tem apenas um propósito:
A renovação.
Porque quando a gente troca a gente pega uma coisa que é “equivalente” e bota no lugar da que tá ruim.
A troca pela troca só faz uma coisa com o que tava: Joga fora.
E se a troca presta a pessoa que trocou não destroca.

seria cômico se não fosse trágico

[Postado por Érica Martinez]



Na arte de representar
É preciso pouco para agradar
Basta um falso sorriso para o outro acalmar
Mesmo que seu coração esteja fraco a chorar

THE BOOKS ON THE TABLE

[Postado por Carol Dias]


Não tenho vergonha de falar da minha inimizade com os livros. Até que tomei coragem e resolvi encará-los. Comprei meu primeiro livro com meu primeiro dinheiro suado. Entrei na livraria, e fui em busca de um bom título. Não fazia a mínima idéia do que procurava até que achei um que fosse relacionado com a faculdade, o livro do Bernardinho. Pô, mas o livro era pra relaxar não era? Apesar do livro ser muito bom me remetia às aulas e quatro por dia já estava ótimo. Parei na metade.Na C&A, onde trabalho, tem um cantinho de leitura. Pufes e almofadas coloridas, um tapete confortável, e uma parede de livros. Pena que nós só o usávamos pra contar bobagens e a balada do dia anterior. Resolvi pegar um livro por pura curiosidade: O pequeno príncipe. Será que era tão legal assim? Não, mas li todo pra acreditar mesmo nisso. Decidi que o próximo seria Caçador de pipas. Ótimo, mas não tive tempo e resolvi devolvê-lo. Por ser tão bom assim, ainda compro um. Não sigo ordem, não me pressiono, não estipulo tempo, páro um e começo outro, leio três páginas e enjôo ou devoro tudo em três tempos.O mais recente é Silêncio da chuva, se adequa exatamente ao meu gosto: romance-policial-investigativo-descobertas-a-cada-página. (Será pelo meu vicio por CSI?? hahahah)Mas o culpado tem nome: Ernesto, que sempre me incentivava e eu boba descobri tarde o prazer dos livros.

sábado, 18 de agosto de 2007

asking Tina

[Postado por Érica Martinez]

Tininha: quando vc vai nos ensinar a encolher nossos textinhos como faz o seu chefinho?

sexta-feira, 17 de agosto de 2007

à guisa de poema

[Postado por Udi]


Às vezes (muitas), encontro-me a pisar em ovos.
Via de regra, o resultado é omelete.
Mas, nas raras vezes em que me encontro a levitar,
penso que seria capaz de comer omeletes pelo resto dos meus dias.

Dor de Barriga (ou a BAD do papel higiênico).

[Postado por Gui Ferrari]

Eu to com uma puta duma dor de barriga. Terrível.
Já liguei para o médico, e ele disse para tomar bastante líquido (foi o que ele disse, pelo menos).
O pior de tudo isso é que quando tem algo te incomodando parece que saímos da realidade, não é? Tudo deixa de fazer sentido. “O que é que você tem?”, te perguntam inocentemente. Seria de uma estupenda elegância se respondêssemos: “Estou com uma merda de uma desinteria” e ainda completássemos com: “Posso usar o seu banheiro?”.
É por isso que temos (sempre!) que andar com um rolo de papel higiênico, uma garrafa de água sanitária, duas de álcool (uma de zulu e outra de vodka), uma bucha, um batom (nunca se sabe...), um chiclete, três tilenols, e um esfregão. Adicione também à sua mala uma troca de roupas e duas camisinhas (na validade).
E lembre-se de sempre verificar a validade das coisas, principalmente das comidas, pois senão também ficará com desinteria (pode deixar que essa eu não esqueço mais...).
Observação importante: Na dúvida, dobre a quantidade de papel higiênico da mala.

quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Inventing...

[Postado por Anne M. Moor]


I would like to invite you to participate in a trial writing course, which intends to use a blog as the midia for learning and developing language. No one but the group involved will have access to the blog. It will be a participative, collaborative free writing course, with the objective of developing your English.

You and some others have been chosen to be my “mice” (no pun meant) because I know I can trust you to give your sincere opinions and help me build this course, and because I also know that you like writing.
If you are interested tell me here or send me an e-mail. The course will begin on September 1st. If you want to know more about it click here.


Words, once they are printed, have a life of their own.
Carol Burnett

Por que será...?

[Postado por Anne M. Moor]



Por que será que é tão difícil agir sobre uma decisão. Resolve-se que sim e depois leva-se 500 anos pra tomar uma atitude???????????? Será que minha cabeça está grudada no lugar errado?

Obs. Pra quem sabe o que é, estou falando do BMT... E eu SEI que tenho um pique um tanto qto exagerado, masssssssssssssss...

Sonhos...

[Postado por Estrelinha]


Nunca desista de seus sonhos, và à padaria mais próxima e compre um!

Meu novo amor...

[Postado por Estrelinha]


Meu pé de jabuticaba...
Meus amigos não debochem de mim, mas eu queria muito ter um pé de jaboticaba, pois, na minha infância morei num sítio que tinha 60 pés de jaboticaba...Meu marido me deu de presente...eu fiquei muito feliz!!!

quarta-feira, 15 de agosto de 2007

"udiando"

[Postado por Érica Martinez]

hehehe... 3 linhazinhas... as Udi-San... ;-)

O tempo...

No relógio ele passa voando

Na cabeça ele passa tão lento

Proximity

[Postado por Tina]

O chefinho me manteve ocupadíssima nas últimas semanas, resolvendo um probleminha pra ele lá em Bimini. Por isso estou meio atrasadinha com as respostas.
Luluzinha me mandou um recadinho, que agora não sei onde enfiei, com mais algumas perguntinhas espertas. A Raquel também.

Proxy

Esse negócio de Proxy é bem legal.

Quando você navega na Internet, está sempre livre e solta. Vai para onde quer, e ninguém tem nada com isso, não é? Você só precisa de um barquinho que a gente chama de navegador (o simpático browser), uma conexão e pronto.

Daí você digita um endereço e vuuuuuuummmm! Seu pedido salta de nó em nó na rede até chegar no computador que hospeda as páginas que você quer ver e as devolve pra você.
Mas às vezes a gente fica sem carro, e então tem que pegar emprestado o carro de alguém, ou pedir carona prum amigo, ou gritar táaaaaaaaxi! O carro (browser) não é seu, não dorme na sua garagem (computador), mas ainda assim leva você pra lá e pra cá.

O carro alheio é o Proxy.

Funciona assim: em vez da requisição do endereço partir do seu computador diretamente para a net, ele passa, sempre e primeiro, por outro computador (o proxy). Quem “solta” o endereço na rede para ser buscado para você é o proxy, e não mais o seu computador. É como dizer pro seu amigo: “Me leva pra casa da Tina?”. Quem conduz o carro é ele, mas você chega lá do mesmo jeito. A única diferença do proxy é que, na internet, quando você usa um proxy tem que ir e voltar com ele, ou seja: ele requisita o endereço na net, mas também é ele quem recebe a página. Então ele retransmite pra você.

O proxy serve pra um montão de coisas. Uma empresa grande, com muitas filiais, pode obrigar seus funcionários a navegarem através de um proxy da própria empresa. Assim, todo o tráfego da organização passa antes por aquele servidor e pode ser controlado, fiscalizado e até mesmo censurado. Além disso, se a empresa usar uma internet própria (intranet), qualquer transferência de arquivo ou acesso que não seja desejável entre essa redinha e a redona (a internet), tem que passar sempre pelo mesmo ponto, ficando mais fácil montar uma barreira de segurança (firewall),

Quer ver um proxy funcionando agorinha mesmo?

Entre em www.anonymouse.org, e clique na bandeirinha americana que tem lá. Vai aparecer uma tela com um lugar pra você digitar um endereço qualquer da internet (Enter URL). Digite um endereço qualquer lá – o do Prozac, por exemplo – e clique no botão “Surf anonymously”.

O Prozac vai aparecer. Vai aparecer também um popupzinho com propaganda, mas é só clicar no X, fechar essa janelinha se ela te incomodar e pronto.
Clique num link qualquer do Prozac (ou do site que você escolheu), e o proxy leva você até lá, normalmente.

Preste atenção no endereço que aparece lá em cima no seu próprio navegador. Você vai ver que não é mais o do Prozac, embora você esteja vendo o Prozac! O endereço é o do proxy. É com ele que você está falando, e não com o blog. Ele só está acessando o blog pra você, ida e volta.

A única coisa que a maioria dos proxys de graça como esse não fazem é permitir que você acesse formulários. Assim, se você quiser postar um comentário no blog usando um proxy, ele não vai deixar.

Uma curiosidade:

Foi usando um proxy assim que o pessoal pôde ver o vídeo da Cicarelli quando aquele sujeitinho ingênuo proibiu o You Tube no Brasil. E foi assim que eu pude ver os blogs também, quando deu aquele pauzinho no blogspot por causa do Speedy.

Advertência

Para os mais bobinhos: NUNCA use um proxy para entrar no seu banco pela Internet, nem qualquer outra coisa séria. TUDO o que você digitar ou clicar deixa de ser protegido, e aí ó...

Depois eu falo de DNS e outras coisinhas (Lú), e também sobre como preparar imagens para postagens (pedido da Raquel). Senão fica mais comprido do que já está.

Beijão procês!

terça-feira, 14 de agosto de 2007

quiz (a continuação)

[Postado por Érica Martinez]

*leiam o post de baixo primeiro! ;-) (debaixo ou de baixo?)

já coloquei a justificativa dessa continuação no comentário do outro post, eis aí a continuaçãozinha polêmica...

A irmã mais velha, futura feminista, responde:
- Porque as mulheres têm mais garra, mesmo sem dinheiro, são capazes de erguer uma casa e manter a sua família sob ela, sem depender dos homens. Além do que, mulher faz amizade com mais facilidade, se ela não tem casa, a amiga tem e todas se juntam numa casa só.

O irmão do meio se intromete:
- Claro que não! Essas mulheres, acham que a culpa é dos homens e os põe pra fora de casa, pra ir conseguir trabalho.

- E porque ao invés de conseguir trabalho, eles param, pelos cantos e ficam a beber? – retruca a irmã...

quiz

[Postado por Érica Martinez]

No caminho da escola, a menina, ao ver alguns mendigos acordando no gramado da praça, pergunta para o seu pai:
- Papai, por que, nas ruas, têm sempre mais mendigos homens do que mulheres, se dizem que há mais mulheres no Brasil do que homens?
- Não sei, filha... Boa pergunta... Acho que as mulheres ficam em casa, nas favelas...
- Mas se elas têm casa, por que eles não têm?

segunda-feira, 13 de agosto de 2007

Falar de amor não é amar

[Postado por Raquel Neves de Mello]





Inteira

[Postado por Udi]

Nem tudo que sou
Mas tudo do que sou capaz
de me perceber

domingo, 12 de agosto de 2007

Filha coruja

[Postado por Udi]


Amo esse cara! (notem que ele tem menos rugas que eu)

Tocando pra quem ?

[Postado por Flavio Ferrari]


Felicidade é tocar violão na laje...

[Postado por Ernesto Dias Jr.]



Esse é o título da foto publicada pelo Ortega lá no Pelos Meus Olhos. Tem uma fotos novas bem interessantes lá. Reparem como o cara tá evoluindo, técnica e perceptivamente. Vale uma visitinha pra incentivar esse empresário que mora dentro de um fotógrafo, a contragosto...

sábado, 11 de agosto de 2007

olê, olê, olê, olá...

[Postado por Érica Martinez]

Eba!! Será que a briga dos elefantes nos deu uma pausa?
Só pude pensar nessa música ao ler o texto do Ernesto lá no Assertiva, portanto, para festejar...

Não chore ainda não, que eu tenho um violão
E nós vamos cantar
Felicidade aqui pode passar e ouvir
E se ela for de samba há de querer ficar
Seu padre toca o sino que é pra todo mundo saber
Que a noite é criança, que o samba é menino
Que a dor é tão velha que pode morrer
Olê, olê, olê, olá
Tem samba de sobra, quem sabe sambar
Que entre na roda, que mostre o gingado
Mas muito cuidado, não vale chorar

sexta-feira, 10 de agosto de 2007

Defina "todo mundo"

[Postado por Flavio Ferrari]

Eu avisei que a coisa iria ficar meio estranha ...
Mas o curioso é que tornou recorrente a pergunta "onde anda todo mundo".
Considerando que quase todos os comentadores habituais estão por aqui, embora menos frequentes, concluo que todo o mundo se resume no Ernesto e no Walmir, os únicos 100% sumidos.

quarta-feira, 8 de agosto de 2007

Coisas estranhas...

[Postado por Anne M. Moor]


Vcs já observaram ao parar na sinaleira e olhar para o carro da esquerda, o da direita e o de trás que os motoristas estão invariavelmente com o dedo enfiado no nariz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! O que será que faz com que pessoas, ao estarem atrás do volante, sintam necessidade de limpar o nariz em público??? Ugh!!!

flecha e assopra?

[Postado por Udi]


que fazer com esses cupidos?

terça-feira, 7 de agosto de 2007

adoro!

[Postado por Érica Martinez]


como eu não combino muito com melancolia

melhor pegar a faixa do meio

e seguir em frente ao final do dia

;-)

"Daqui do morro dá pra ver tão legal..."

[Postado por Érica Martinez]

E aqui vou eu em mais uma tentaiva de aprender escrever versos...
Devo confidenciar-lhes que, às vezes, estar triste nos traz boas inspirações.
Triste já não estou mais, por isso decidi publicar o que foi escrito há alguns dias... ;-)

Não posso forçar você a subir até aqui
de onde eu vejo um mundo diferente
Não posso te tirar desse lugar onde você escolheu ficar
Não posso te contar que há muitos motivos pra sorrir
E nenhum mais pra chorar
Já passou! Por que você não quer ver?
Não posso mostrar mais do que já fiz
Nem me dar mais do que já permiti
E é assim que as coisas se acabam
Sem nem mesmo ter começado.
Era cedo pra ter apostado?
Mais cedo ainda pra ter terminado.

cinemática musical

[Postado por Udi]

parto de mim
movida de dentro
pelo que me motiva
: a vida
o melhor motivo
movimento-me no espaço
movimento no espaço
tempo em movimento
tempo no movimento
configura o andamento
compassado
porque ligado ao passado
mas...
o que faço?
se a rima é um descompasso?

não dá prá dizer que é inspiração mas, escrevendo, lembrei-me:
da Anne: a que mais sabe louvar e viver a vida
e do Flávio: que, recentemente, destacou a importância de nos fazermos mais perguntas que ir em busca de respostas

OPOSTO

[Postado por Flavio Ferrari]

Vista a singular ausência
De manifestações ou aquiescências
Eis-me aqui disposto
A preencher a falta a gosto
E do auge de minha demência
Registro aqui esse posto.

sábado, 4 de agosto de 2007

CHEGANDO DE MANSINHO

[Postado por Maria]

Estive ausente por vários motivos, mas não via a hora de poder postar aqui. Para os amigos aqui vai o começo de uma história


E finalmente a mulher encontrou o abrigo que esperava. Abriu a porta lentamente e entre as fugentas raias de luz tapadas de bolinhas de pó flutuantes foi acomodando o olhar para as sombras e as silhuetas cobertas de um unico tom. Era o momento de receber cada recanto de encanto e descobrir entre as sombras as cores esmaecidas. Tirou o cachecol e recoureu os olhos pela sala encontrando num canto a madeira adormecida, juntou-as com engenho na lareira, correu à rua e catou gravetos enchendo a parte da frente do poncho como se fosse saco. Arrumou os pequenos pedaços entre os espaços entrelaçados de tal forma que apenas ao primeiro toque do fogo se fez a fogueira iluminando o lugar em luzes vermelhas e amarelas. Sentou-se na cadeira de balanço bem em frente ao fogo, estendeu as pernas e buscou aquecer os pés enrregelados. A respiração lhe saia ainda entrecortada pelo frio e pela dor do esforço de ter chegado ali.

sexta-feira, 3 de agosto de 2007

A felicidade e o tempo

[Postado por Flavio Ferrari]

Assaltou-me uma hipótese: a felicidade é um conceito humano que exige um intervalo de tempo para ser observado.
Contava para meu filho a história de um amigo de faculdade que sofreu um acidente e perdeu parte da massa encefálica.
Recuperou-se parcialmente e, até onde tive contato com ele, apresentava grandes dificuldades para o convívio social, por duas razões:
- tinha súbitos deslocamentos de atenção, ou seja, abandonava uma conversa no meio e simplesmente partia para qualquer outra atividade que lhe passava pela cabeça
- não tinha mais um "superego", o que significava que fazia o que tinha vontade, incluindo apalpar os seios de suas interlocutoras (pelos quais tinha particular fascinação) a qualquer momento.
Meu filho perguntou-me se ele era feliz.
Dei-me conta que o conceito de felicidade não se aplicava. Ele não era feliz nem infeliz. Apenas vivia o momento. Não qualificava ações e acontecimentos. Não os colecionava.
Desapegado de sua própria história, vivia cada momento com uma pureza impensável para as pessoas "normais".
Dá o que pensar ...

A página não pode ser exibida

[Postado por Érica Martinez]

A página que você procura não está disponível no momento.
Talvez o site esteja passando por dificuldades técnicas ou você precise ajustar as configurações do navegador.

Garçon, enquanto eu espero a tal "briga de elefantes" se resolver, traz mais uma, por favor?!

(ah! e os comentários eu tb não consigo ler... se quiserem mandar pro meu e-mail...Tina! eu preciso da sua ajuda!)

quinta-feira, 2 de agosto de 2007

O jogo da vida...

[Postado por Amélia]

Quantos são os paradigmas impostos pela vida? Tenho a impressão que infinitos, já que quando quebramos um, outros são construídos. Muitas vezes por nós mesmos!!

O mais importante é acreditar que nada é para sempre, e que a cada instante podemos renovar o que pensamos, reforçando aquilo que acreditamos ou acreditando naquilo que jamais aceitamos...

fôlego

[Postado por Udi]

Fluir...
buscar...
refletir
inspirar instigar
inspirar expirar

não pare de respirar

inspiração vem de fora ou vem de dentro?
: encontro do que está fora
com o que está dentro

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Pensamentos da noite...

[Postado por Anne M. Moor]

A ideia que não procura converter-se em palavra é uma má ideia, e a palavra que não procura converter-se em acção é uma má palavra.
(G.K. Chesterton)

Oração a si mesmo...

[Postado por Estrelinha]

Você faz uma prece ao levantar ou ao se deitar? Já fez uma prece a si mesmo?
Olha só:Que eu me permita olhar, escutar e sonhar mais. Falar menos. Chorar menos. Ver nos olhos de quem me vê a admiração que eles me têm e não a inveja que penso que têm. Permitir sempre escutar aquilo que eu não tenho me permitido escutar.
Saber realizar os sonhos que nascem em mim e por mim e comigo morrem por eu não os conhecer.
Então, que eu possa viver os sonhos possíveis e os impossíveis; Aqueles que morrem e ressuscitam: A cada novo fruto, A cada nova flor, A cada novo calor, A cada nova geada, A cada novo dia. Que eu possa sonhar o ar, Sonhar o mar, Sonhar o amar, Sonhar o amalgamar.
Que eu possa substituir minhas palavras pelo toque, pelo sentir, pelo compreender, pelo segredo das coisas mais raras, pela oração mental (aquela que a alma cria e que só ela, ouve e só ela, responde).
Que eu saiba reproduzir na alma a imagem que entra pelos meus olhos fazendo-me parte suprema da natureza, criando-me e recriando-me a cada instante.
Que eu possa chorar menos de tristeza e mais de contentamentos.
Que meu choro não seja em vão, que em vão não sejam minhas dúvidas.
Que eu saiba perder meus caminhos, mas saiba recuperar meus destinos com dignidade.
Que eu não tenha medo de nada, principalmente de mim mesmo: que eu não tenha medo de meus medos.
Que eu adormeça toda vez que for derramar lágrimas inúteis e desperte com o coração cheio de esperanças.
Que eu faça de mim um homem sereno dentro de minha própria turbulência, sábio dentro de meus limites pequenos e inexatos, humilde diante de minhas grandezas tolas e ingênuas (que eu me mostre o quanto são pequenas minhas grandezas e o quanto é valiosa minha pequenez).
Que eu me permita ser mãe, ser pai, e, se for preciso, ser órfão.Permita-me ensinar o pouco que sei e aprender o muito que não sei, traduzir o que os mestres ensinaram e compreender a alegria com que os simples traduzem suas experiências; respeitar incondicionalmente o ser; o ser por si só, por mais nada que possa ter além de sua essência, auxiliar a solidão de quem chegou, render-me ao motivo de quem partiu e aceitar a saudade de quem ficou.
Que eu possa amar e ser amado.
Que eu possa amar mesmo sem ser amado, fazer gentilezas quando recebo carinhos; fazer carinhos mesmo quando não recebo gentilezas.
E... que eu jamais fique só, mesmo quando eu me queira só.

Texto de Oswaldo Antônio Begiato

Overdose de Prozac

[Postado por Udi]

Aviões caindo, filas nos hospitais, governantes impunes e eu aqui, preocupada com meu umbigo...
Será que exagerei na dose ou me curei, de fato, daquela culpa ancestral?

"e ela acreditava em anjos..."

[Postado por Érica Martinez]

"e porque acreditava, eles existiam"
Clarice Lispector
Pronto, meninos!
Já que a idéia é aliviar o debate sobre aviões e toda essa lamaceira,
E os assuntos da pauta são lingeries e anjos (anjAs),
Eis aí um presentinho para alegrar o dia de vcs também...
"Porque PROZAC tb é democracia!"
E alivia o stress diário... rsrsr
;-)