sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

era uma vez um hippie que foi abduzido

[Postado por Udi]

uma canção bem a calhar para esse clima de confraternização que sempre aparece no final do ano

14 comentários:

Mr. Pain disse...

Madame,

Vou considerar a sua postagem uma feliz, terna e significativa homenagem à minha humilde pessoa.

Sou um filho de um filho de um sobrevivente de Roswell, semi-marciano, semi-humano. O meu percurso é, however, inverso: um marciano abduzido por lindas terrestres, like you are, the most fantastic example.

Thank you! You are the girl,

http://www.youtube.com/watch?v=k33erM_iKDw

You are a rare candy, ô, ô,

to me!

http://www.youtube.com/watch?v=MxB8Z7GL6yc

Kisses, sweetheart!

Udi disse...

Monsieur,

...risos muitos! (você é mesmo funny!)

a pergunta que não quer calar: qual daquelas garotas seria mais proxima de mimzinha? (...risos?)

Incrível como um comentário pode acrescentar mais informações à esta minha caxola: não conhecia "quirk" e adorei! (and... yeah! it's just a quirk).
Também nunca ouvira falar no caso Roswell
...mas euzinha, estou mais para o caso ET de Varginha ...huáhuáhuá!

(claro que é uma homenagem à sua funny pessoa ...e, que bom que recebeu bem!)

Udi disse...

"a esta minha caxola" Não tem crase!

rm disse...

Putz, o Portuga ainda tinha cabelo nessa época! rss

(não Udi; sorry, mas você não se parece com a negona... rss)

Udi disse...

Ei Érre, parceirim,
cê tem que entrar ali no 1º link indicado pelo Por..(ops!) Monsieur. Já viu as girls que estão lá? Eu diria que, considerando ao extremo os desejos masculinos, aquelas mulheres seriam as "ideais" (...risos!)

Mr. Pain disse...

Madame Udi,

Como lhe segredei há tempos,

"Tu es toutes les femmes,
tu es toi
tu es elles..."

Mas referindo-me ao video do "Hair", acho que aquela linda japinha com os bracinhos no ar e dando cambalhotas muito engragadas, cairia muito bem dentro do meu sapatinho na noite de natal.

(Escutou, papai Noel?... Rsss... Não te esquece de mim, barbudo!)

Udi disse...

:)))
assim como o parceirim, cê também pensou que eu me referia ao vídeo do hair... menos mal.
eu estava falando das girls do link que vc enviou em seu 1º comentário.
você, relamente, sabe provocar o ego das mulheres, nénão?
Eu desejo que papai noel te traga algo que preencha (fits), sob medida, o teu coração.
thanks pela companhia em 2009 e let's be in touch em 2010.
:)

Mr. Pain disse...

Madame Udi,

Quando eu recordei:

"Tu és todas as mulheres
Tu és tu
Tu és elas...",

estava respondendo à sua pergunta e aludindo às simpáticas gurias extraterrestres que aparecem na parte final do video "You are the girl", dos "The Cars".

Entendi a sua colocação e o RM não - o que é natural, visto eu ser de facto mais arguto do que o RM quando o tema são the girls. Mas ele é um moço muito esforçado, um dia ainda vai chegar lá... Pode deixá! Rsss...

O ego das mulheres? Eu?... Deus me livre, madame! De forma nenhuma, não provoco! Interesso-me mais por outras coisas das gurias, mas é tudo para satisfação comum, minha e das madames: elas adoram e eu também, madame.

Obrigado. Toca aqui, toca...

http://www.bongandweed.com/public/et-finger.jpg

Mr. Pain disse...

Ah, madame, esqueci de fazer-me conhecer melhor...

Nesse video dos "The Cars" apreciei especialmente o momento do "female life forms aboard", o instante da aproximação do foguete espacial à nave das xoxo, crram, crram (que tosse!) tas com porta dentada. E quando o foguete peniano se prepara para penetrar na nave das gurias reparou na expressão dos tripulantes machos? Rsss... E aquele "ooching", aquela perfeita acostagem, reparou?... Uahuahuah!...

(Madame, não é o que você está pensando, não... Rsss... Só casualmente é que o video pode ter uma ou outra mensagem subliminar... Involuntária, sim, madame! Naturalmente... Rsss...)

rm disse...

Bem, dona japinha,
vou ficar devendo dessa vez. É que não tenho o menor saco pra ver os videozinhos do Portuga, ainda mais que a música costuma ser de péssima qualidade... rss

E é verdade que ele é mais arguto. Também só nisso, mais nada... rss

Mr. Pain disse...

Rsss...

Ciúmes, madame, ciúmes.

O RM is a jealous guy... rrrs. Com um "u".

Tudo que ele disse e tudo o que ele não disse, não ouviu nem escutou está aqui:

http://www.youtube.com/watch?v=Irl5Nt6ENF4

(He is so fragile... Mais do que Sting!)

Anne M. Moor disse...

Tem mensagem procês lá no Life... Living...

Beijos a vocês
Anne

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Sou uma boba, mesmo; sou moderna; não sou pós-moderna...
Ainda choro que me acabo quando vejo esse filme; ouvir o disco ainda vai, mas ver o filme é dilacerante...
Adoro. Boba.
BEIJOS!

Denise disse...

Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...Mas será que poderia me dar uns minutos da sua atenção?Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você.
Para onde vão todos?
Os shoppings estão lotados...Crianças são arrastadas por pais apressados, em meio ao torvelinho...
Há uma correria generalizada...
Alimentos e bebidas são armazenados...E os presentes, então?
São tantos a providenciar...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Mas qual é o motivo dessa correria?
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Talvez você nunca tenha notado que há pessoas que oferecem presentes por mero interesse...
Que há abraços frios e calculistas...
Que familiares se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação.
Mas já que você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: "viva Jesus, feliz Natal"!
E os sóbrios comentam: "é louco!”.
E a cidade se prepara...
Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
E quem vive sem caridade desconhece o encanto do mar que incessantemente acaricia a praia, num vai-e-vem constante...
Natal é fraternidade...
E a vida sem fraternidade é como um rio sem leito, uma noite sem luar, uma criança sem sorriso, uma estrela sem luz.
Mas o Natal também é união...
E a vida sem união é como um barco rachado, um pássaro de asas quebradas, um navegante perdido no oceano sem fim.
E, finalmente, o Natal é pura expressão do amor...
E a vida sem amor é desabilitada para a paz, porque em sua intimidade não sopra a brisa suave do amanhecer, nem se percebe o cenário multicolorido do crepúsculo.
Viver sem a paz é como navegar sem bússola em noite escura...
É desconhecer os caminhos que enaltecem a alma e dão sentido à vida.
Enfim, a vida sem amor...
Bem, a vida sem amor é mera ilusão.
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem pela Terra deu origem ao Natal...

Texto da Equipe de Redação do Momento Espírita.

carinho
De
(indo pra roça.........pescar.........na represa de Furnas..........e enrolar
v a g a r o s a m e n t e
meu cigarrinho de palha.

Prometo q qdo estiver tomando uma cachacinha.......comendo um peixinho frito naquele silencio todo...........vou lembrar do cê

afagos de bem querer