quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

SE CADA DIA CAI

[Postado por Reinaldo Ortega]


Se cada dia cai, dentro de cada noite,
há um poço
onde a claridade está presa.

Há que sentar-se na beira
do poço da sombra
e pescar luz caída
com paciência.

(Pablo Neruda)

9 comentários:

Anne M. Moor disse...

E Pablo NEruda sabe das coisas!!! Olá Ortega... havias sumido. Que poema lindo escolheste para a tua volta!

Bjos
Anne

margusta disse...

Sábias as palavras de Neruda!!!

Ando a precisar de sentar-me na beira do poço...

Bom fim de semana,
Margusta

Lorena Lima disse...

Muito bom seu blog, estou seguindo-o!
Caso goste do meu também, fique a vontade pra seguí-lo também.

http://loreniitaahh.blogspot.com/

Um abração carioca,

LL

A. Marcos disse...

Beijos...

A. Marcos disse...

Esqueci, este poema de Adélia Prado irá para o meu blog amanhã mas achei por bem colocá-lo aqui em homenagem à sua postagem:

Há mulheres que dizem:

Meu marido, se quiser pescar, pesque,

mas que limpe os peixes.

Eu não. A qualquer hora da noite me levanto,

ajudo a escamar, abrir, retalhar e salgar.

É tão bom, só a gente sozinhos na cozinha,

de vez em quando os cotovelos se esbarram,

ele fala coisas como "este foi difícil"

"prateou no ar dando rabanadas"

e faz o gesto com a mão.

O silêncio de quando nos vimos a primeira vez

atravessa a cozinha como um rio profundo.

Por fim, os peixes na travessa,

vamos dormir.

Coisas prateadas espocam:

somos noivo e noiva.

Reinaldo Ortega disse...

Anne: Obrigado pelas boas vindas.
Margusta: Todos precisamos sentar a beira do poço...
Lorena: Agradeço o comentário, já visitei seu blog, certamente voltarei.
A.Marcos: Não conhecia esse, a beleza do cotidiano, diz muito, adorei a contribuição.

Se7e/5 disse...

A respeito de um diálogo postado por RM no seu blog, aqui o se7e/5, não poderia ficar impassível. Como sei que não será publicado naquela merda de blog, deixo-vos aqui esse mesmo comentário. Para que sintam um pouquinho de vergonha. Só um pouquinho pela falta de respeito.
Não dá para acreditar!!! Aqui o se7e/5, que é uma besta da pior espécie, não seria capaz de revelar uma conversa que foi particular. Com a desculpa de homenagear a "malograda" Mara, denuncia-se uma conversa que indicia algo mais do que "atrevimento", para não dizer outra coisa pior!!!!!!! Estes loucos estão fora de si.
Outra coisa ficou clara; esse rapazinho aí, RM, não é de confiar. Printando conversa?????????!!!!!!!... Pensando em chantagem futura?
Isto é mais do que fodido. Uma VERGONHA com todas as letrinhas. Mas vocês nem se apercebem, por tão fraca sensibilidade e falta de carácter. Que Deus vos ajude.

Reinaldo Ortega disse...

Caro Se7e/5. Não tenho idéia de quem seja, do que quer ou do que esteja tentando dizer, muito menos entendo a relação disso com o poema de Neruda, sem problemas. Mas um conselho, pare imediatamente com o chá de lírio, isso pode até te matar.
Abraço,

Reflexo d Alma disse...

Ei Passando pra conhecer...
Amo Neruda!
Vou amar que passe la no meu canto.
Bjins entre sonhos e delírios