domingo, 3 de maio de 2009

Figueiras

[Postado por Anne M. Moor]

Abre-se um leque
do tamanho de um abraço;
sombra se faz, que protege
e abriga amizades e amores...

Figueira fotografada hoje na ida para Herval - RS. Não é linda? A figueia é uma espécie daqui. São muito lindas e dão uma sensação de proteção!

19 comentários:

utilizador.qq. disse...

"amplexo do ar".

Avassaladora disse...

Anne. aconchegante, a imagem!
Um convite para deitar a sua sombra!
Realmente é como se chamasse para um abraço!

Beijos!

Flavio Ferrari disse...

Há um restaurante em Sao Paulo chamado Figueira, com uma cuja dita centenária enorme no jardim ... a imagem é linda (a comida nem tanto, e o preço tão grande quanto a figueira)

A.Tapadinhas disse...

Tem a certeza que é uma figueira, daquela que dá figos? A mim, parece-me um cogumelo gigante!

Quando for a época, ela vai dar figos para toda a cidade...

Beijo.
António

Tetê disse...

ai, Anne, nd como um abraço de um amigo querido, sabe?
de alguém que possa nos ouvir...
e fazer aquela sombra
!!!
então,
se precisar sombra pra vc!!!

Anne M. Moor disse...

Estas figueiras, quase todas centenárias, não são as que dão o figo fruta que conhecemos. Esta até dá um figuinho bem miúdo que só serve pra sujar o carro qdo estacionamos em baixo de um :-)

Mas estas tem o dom de nos fazer sentir aconchegados...

Beijos a todos

Walmir Lima disse...

Oi, Anne

Essa foto me fez lembrar um filme de ficção científica em que a nave pousa sobre uma fazenda.
Vai ser grande assim lá no espaço!

Avassaladora disse...

Udi!!!

Cadê vc?

Saudade...
Ainda está prologando seu feriado?

Beijos!

Anne M. Moor disse...

Walmir! :-)
Enorme né... Aqui temos muitos deles, árvores centenárias e tão lindas que são...

Beijos

CHRISTINA MONTENEGRO disse...

Belíssima árvore, belíssima foto, belíssimo texto, belíssimo e amado RS...
Bjs!

Anne M. Moor disse...

Christina
Tenho que concordar contigo :-)

Beijos

Chorik disse...

Herval? É perto de Rio Grande não é Anne? Minha esposa é de Rio Grande. Ah! Vou confessar uma coisa, se a árvore não estiver carregada de frutos não faço ideia de qual seja. Se não der fruto comestível então! Mas essa figueira é bem frondosa, estranho não dar grandes figos.

Anne M. Moor disse...

Herval é perto de RG sim - uns 200kms...

Abraço
Anne

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Olha,
a palavra parada;
Luta,
por letras ocultas;
Ouça,
os versos internos
Solta,
a nudez poética;
Escreva-se,
poesia
ao menos um dia,
Seja.

(Maísa)

Desejo uma linda semana com muito amor, esperança e carinho.
Abraços.
Eduardo Poisl

Érica Martinez disse...

enooooorme, né?

Anne M. Moor disse...

É Erica.. Bom pra sestiar na sombra de seu grande abraço :-)

Raquel Neves de Mello disse...

Oi Anne,
Paisagem inspiradora. Que saudade do Rio Grande do Sul!
Beijos

Anne disse...

Raquel, vem... faz 3 anos já que você esteve aqui...

cristinasiqueira disse...

Figueiras,

Adélia Prado em um de seus poemas canta em entremeios de caule,copa frondosa e porte a beleza da mangueira,como a mulher madura.
Daí me pego pensando,já fui a pitangueira que cresceu num vaso e serviu de adorno,depois a jabuticabeira com os braços longos cravejado de preciosas e brilhantes jabuticabas ,e agora me sinto assim uma figueira que abriga em sombra e oferece frutos doces e suculentos a quem sabe discernir suas qualidades .E ai do incauto que na busca do sabor do figo se apressa e se engana com uma figueira brava.
Linda figueira!


Bjs,

Cris