domingo, 15 de julho de 2007

Http com capuccino...

[Postado por Tina]

A Luluzinha me mandou um e-mail muito simpático, fazendo umas perguntinhas espertíssimas.

Algumas eu acho que posso responder aqui mesmo tomando um capuccino, assim todo mundo pode aproveitar.

Primeiro, esse menino http:

Pela internet a gente pode fazer muita coisa, não só navegar por ela com nossos navegadores (ou browsers – chique né?). Pode também transferir arquivos, por exemplo. É por isso que todos os endereços que a gente visita começam com http. Escrevendo “http://” no começo do endereço, a gente está avisando à rede que está querendo ter acesso à uma página e visualizá-la em nosso computador. Http quer dizer “hyper text transfer protocol”, ou protocolo de transferência de hipertextos. E o que é um hipertexto? É um texto que permite que você embuta nele outros textos, através dos conhecidos links. Quando você clica em um link no meio do texto, você tem acesso a outro texto que expande aquele, e assim por diante, um dentro do outro. É como se o texto aninhasse outros textos em outras dimensões. Por isso é chamado de HIPERtexto, para diferenciar do texto impresso, que não tem essa capacidade.

Nossos browsers, como o Internet Explorer, são apenas “máquinas” tradutoras de hipertextos, nada mais.

Outro prefixo comum é o “ftp://”. Quando você usa o ftp no lugar do http, sinaliza ao computador alvo que não quer acessar uma página, mas uma pasta naquele computador, e transferir arquivos para ela (upload) ou dela (download). Ftp quer dizer File Transfer Protocol. Você nem percebe, mas sempre que faz dowload de alguma coisa, está usando o prococolo ftp. O mesmo acontece quando você "sobe" uma imagem pra ilustrar uma postagem.

Agora, o HTML

HTML é HyperText Markup Language. É o idioma através do qual as máquinas se entendem pela internet. É nessa linguagem que as páginas são “descritas”. É cheia de comandinhos para escrever, desenhar, posicionar uma figura, mudar a cor das letras e do fundo, determinar o tamanho e a posição das letrinhas, assim como o tipo de letra que o seu navegador deve usar para mostrar a página.

Se você quiser ver como é essa linguagem, é só clicar em “Exibir” e depois em “Código Fonte” no seu navegador (faça isso agora). O Windows vai abrir uma janela de texto com todos os comandinhos que compõem a página que você estiver vendo. Parece confuso, mas se você olhar bem vai achar um monte de coisas que fazem da página lá dentro. Inclusive este texto que você está lendo agora. É só procurar.

O editor de textos de postagens do Blogger mostra uma aba “Editar Html”. Se você clicar nela, o editor de texto passa a aceitar comandos HTML diretamente.

Experimente o seguinte: Ilumine um pedacinho qualquer de sua postagem no modo “Escrever” e mude a cor das letras. Depois, clique em “Editar Html” e vai ver como a mudança de cor foi traduzida para HTMlês. Volte para o modo “Escrever” e o editor fica do jeito que você gosta de usar novamente. Essa aba é muito útil pra gente fazer gracinhas e incrementar nossas postagens. Um exemplo de gracinha é botar um tocador de MP3 em nossas postagens, como eu ensinei quando falei de postar músicas.

Eu recomendo para não deixar o editor no modo HTML porque se você não perceber e se distrair, pode escrever alguma coisa que o HTML interpretará como um comandinho, e aí ele vai obedecer a esse comandinho, e então sua postagenzinha pode virar uma baguncinha. Quando você usa o modo “Escrever”, o Blogger presume que você não entende nadica mesmo de HTML e, portanto, qualquer palavra que você escrever é apenas português, e não uma ordem para o navegador atender.

O URL

O URL é tão simples quanto metido a besta. Significa “Uniform Resource Locator”. Apesar do nominho pomposo, nada mais é do que o endereço da página que você quer acessar. http://prozacafe.blogspot.com e www.itau.com.br são exemplos de URLs.

Portais

Portal é um site que abriga outros sites. O Terra é um exemplo de portal. Quando você entra em www.veja.com.br, você está na verdade entrando no portal da editora Abril, que abriga todos os sites das outras revistas do grupo. Entre em www.radiobandeirantes.com.br e você pode ver que acabará na URL www.radiobandeirantes.terra.com.br, porque o site da radio Bandeirantes fica dentro do portal Terra. Existem portais de mídia, como o Terra, que são os mais comuns. A Rádio bandeirantes (e outros meios de comunicação) abrigam-se no portal Terra porque o negócio deles é fazer rádio, não internet. Então eles entram com o conteúdo e o Terra administra tudo, bota da internet direitinho e cobra por isso. Além de atrair tráfego para a Bandeirantes, porquê o Terra tem mais visibilidade na Internet que a própria rádio. Tendeu?

Espero ter explicado tudo direitinho. Quanto às outras perguntinhas, eu prefiro responder pessoalmente ou diretamente para o seu emailzinho, longe dos olhos desses meninos que andam por aqui e que não entenderiam nada de nossos sentimentos femininos.

Um beijão.

5 comentários:

disse...

Puts TIna, vc é DEMAIS!
Pena que é mulher...
Obrigadissíssimo.

Angela disse...

Tina!
Tão fofinha!
Que professorinha mais meiguinha e sabidinha! Não há quem não entenda sua explicaçãozinha!
Tô encantada!

Um conselho: Jogo duro com esses meninos!

Estrelinha disse...

Tina...vamos aprender muitooo com vc.Obrigada!!

Anne M. Moor disse...

O hipertexto é uma das razões pela qual a leitura está se tornando cada vez mais MENOS linear... :-)

O Portal UFPel, depois de resolver descansar no final de semana (grrrr) sem avisar ninguém, está de volta ao ar e, portanto, podem ouvir a música da Udi...

disse...

Tina:
decididamente, vc salva minha vida tem horas....
Gênia!