segunda-feira, 16 de junho de 2008

La dolce vita acabou

[Postado por Raquel Neves de Mello]

Foram seis meses de uma vida boa, curtindo meu filho e minha casa na roça. Mas hoje me convidaram para uma posição numa grande empresa. Finalmente. Já tinha recebido outros convites, mas todos exigiam mudança. Até pro Vietnan.

Volto ao mercado, a novos desafios, e ao dinheiro, porque não, pra pagar as contas. Torçam por mim.

20 comentários:

Walmir Lima disse...

BOA SORTE!

Mas, aproveite o dinheirinho que vai entrar também para nos visitar mais vezes.
A turma saudosa agradece.
E a Vita vai ficar mais Dolce!

Eiah!

Walmir Lima disse...

Já tô torcendo tanto que tô vermeín!

Érica disse...

É ótimo ver a vida "andar" de novo, né, Raquel?
Lembra-se o que você sentiu quando saiu do antigo emprego?
E como você está agora?
EVOLUÇÃO!
Continuamos em busca dela!!

BOA BOA BOA SORTE!
Bjão

Ernesto Dias Jr. disse...

Aêêêê!!!
Cabô a vagabundage!
Cocê si sinta tão bem no trabaio novo quanto sinto eu lá na roça donde roço!

Anne M. Moor disse...

PA - RA - BEEEEEEEEEEEEEEEEENS!!! Sabíamos que não ia tardar com o teu currículo!!!
Carol vai ficar feliz...
Beiiiiiiiijos grandes

Anne M. Moor disse...

Falando nela, a mudança dela está indo pra Holanda quarta feira... O endereço da mala está prestes a mudar... :-)

A.Tapadinhas disse...

Olha, só para ler os comentários dos amigos, mereceu a pena escrever a postagem: o que eu me ri com esses caras aí em baixo!
Não sou páreo para eles, não...
Sê feliz!
Beijo.
António

Raquel Neves de Mello disse...

Oi Walmir,
Obrigada pelo carinho.
Pra dar um pulo em Jundiaí nem precisa tanto dinheiro. Falta é oportunidade. Ou um convite mais entusiasmado. Que tal aquele passeio no parque?

Raquel Neves de Mello disse...

Pois é, Erica, o tempo não pára. Ainda bem. Estava muito certa do que queria quando saí do antigo emprego, mas, depois de alguns meses sem conseguir nada, comecei a duvidar da minha escolha. Ainda tenho um bocado que evoluir.
Beijos agradecidos

Raquel Neves de Mello disse...

Arnesto,
Trabaiá é bão, mas mió ainda é chegá im casa i incontrá um café fresquim i um pão de quejo quentim.
Beijim

Raquel Neves de Mello disse...

Anne,
Meu curriculo na verdade me atrapalhou. É muito dificil convencer as pessoas de que se pode querer algo além de posição e salário alto. Vida familiar e conforto emocional viraram conto de fadas.
Carol me ligou ontem assim que dei a noticia pra ela. Até disse que vai tomar uma taça de vinho hoje pra comemorar. Isso é que é homenagem!

Raquel Neves de Mello disse...

Antonio,
Somos uns sortudos por fazer parte de um grupo tão criativo, inteligente e, mais que tudo, solidário e carinhoso.
Cada um de voces é um presente.
Beijos de além-mar.

Suzana disse...

Raquel!
Que legal!
Fico por aki neste araiá esperandu noticias!
Com quentão, batata doce assada na fogueira e pão de queijo!
Sucesso pro ce menina!
bjs

Carlitos disse...

Buena Suerte. La buena vida está por venir. Nunca mires para atrás, siempre para adelante. No dejar tu tierra es una excelente elección. Los paises extranjeros son hermosos para pasear, pero no hay como vivir en tu país.
Un gran abrazo y SUERTE, MUCHA SUERTE

disse...

Sucesso Raquel.
Que seja uma fase de crescimento.
Um beijao.

Angela disse...

Parabéns Raquel!
E felicidade na nova "empreitada".
Bjo

Anônimo disse...

Sucesso na sua nova Vida!Deus te proteja e te abençoe!
Estrelinha

Jorge Lemos disse...

O campo das pesquisas vai estar
mais enriquecido com a sua capacidade cietífica. Parabens: um desperdicio para a humanidade a sua ausência.

Jorge Lemos disse...

científica.
("axo" qui to cum fome. A véia tá lá fritandu umas batata doce e fazeno uma tar de "ropa veia" cum liguiça de porco e salada de grião.
Ei trem bão, gente. Percisi ir.
Cabô a boa vida da Raquel!

Raquel Neves de Mello disse...

Suzana, Carlos, Lu, Angela, Estrelinha, Jorge e todos os outros caipiras do pedaço:
Muito obrigada!

Já que estamos em época de festas, que tal organizarmos um arraiá pra comemorar?
Eu faço o quentão e a pamonha.