sábado, 28 de junho de 2008

Poema Sincrético

[Postado por Flavio Ferrari]

Da minha vida
Tomo conta eu
Ou deveria
Que aconteceu ?

8 comentários:

Ti disse...

E a gente lá consegue "tomar conta" de alguma coisa? Quanto mais de nós mesmos...

As vezes acredito que somos apenas reflexo...

Miguel Barroso disse...

teceu-se uma queda das nuvens que espraiavam a rotina.Enquanto um amor se sentava e permanece estoicamente activo na magnitude uterina do seu esplendor.



Abraços do EU, SER IMPERFEITO e d´A SEIVA

Anne M. Moor disse...

As vezes a vida toma conta de nós...

Walmir Lima disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Suzana disse...

Aconteceu que na surdina
Teu sentimento te tomou
Sua alma acordou
e
VocÊ amou ou desamou?

bjs

Ernesto Dias Jr. disse...

Já tentou jogar o controle remoto fora? A gente passa a operar no manual, dá mais trabalho, mas ninguém mais aperta o botão pela gente.

Anne M. Moor disse...

Good idea Ernesto... Estás ouvindo o barulho dele despedaçado????

Derek disse...

Um momento positivo do egoismo. Tome conta somente da sua vida!