quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Com o perdão da palavra...

[Postado por Anne M. Moor]


Um velho senta-se num banco no ônibus, bem em frente a um Punk de cabelos compridos, com mechas verdes, azuis, rosas e vermelhas. O velho fica olhando para o Punk e o Punk olhando para o velho. O Punk vai ficando invocado, até que então pergunta ao velho:
- O quê foi vovô? Nunca fez nada diferente quando era jovem?
O velho responde:
- Sim, eu fiz. Quando era jovem, fiz sexo com uma Arara, e estou aqui Pensando:
''Será que este FDP é meu filho?''

8 comentários:

Anne M. Moor disse...

Esta historinha me lembro do meu genro!!! Logo que ele começou a namorar minha filha, um dia, vinha caminhando pela calçada, um casal e ele pensou: Credo quem serão esses dois??? Um dos quais tinha cabelo comprido barba e bigode, todo tatuado e usando brinco com calças de jeans rasgados... Enquanto meu genro pensava, os dois entraram na minha casa... o dito cujo era o meu filho mais moço... hahahahahahahahaha

Flavio Ferrari disse...

Como dizia uma garota que trabalhou lá no escritório, com a amor e jeitinho, até no de passarinho ... Acho que ela era amiga do velho ...

Jorge Lemos disse...

Coisas do tempo atual.
Saúde Anne

É! disse...

eram os membros do Rolling Stones!!!

Anne M. Moor disse...

Como diria minha avó: são fases... passa...

Raquel Neves de Mello disse...

O pai do Richard é uma arara?

Anne M. Moor disse...

Não Raquel :D ele não era uma arara, mas tinha um "encaixe" perfeito e interessante...

Raquel Neves de Mello disse...

Ah, os encaixes perfeitos...