sexta-feira, 23 de novembro de 2007

tempo, tempo, tempo, tempo...

[Postado por Érica Martinez]

me espanta pensar na velocidade do tempo...
o que vc estava fazendo na semana passada? e no mês passado? e no ano passado?
como era a sua vida?
quem vc era?

14 comentários:

Anne M. Moor disse...

Alguém bem diferente... Mas que deu no que deu... :P

disse...

Não se assuste.Leia Brian Weiss.
Bj.

Jorge Lemos disse...

Sabia você que eu era um pouco mais novo?

Flavio Ferrari disse...

A única arma contra o tempo
Que tão rápido passa
É a intensidade do momento

Anne M. Moor disse...

Mais uma de tuas frases marcantes FF... Adorei por ser tão verdade... Saber viver os momentos com intensidade é algo a ser aprendido por muitos... Nem todo mundo gosta de intensidade :-) e não sabem o que estão perdendo... As vezes tenho tido que aprender a ser menos intensa, mas não gosto...

Estrelinha disse...

Eu era muito timida...tinha muitos medos...nao confiava muito em mim(ainda não confio),mais feliz(n sei)só sei que hj eu n me canso de buscar minha felicidade...Ahhh como disse Anne , intensa, mas tô deixando de ser assim, isso só traz o sofrimento!Bj!

Flavio Ferrari disse...

Faça um curso de teatro, Estrelinha ... vc vai adorar !

Ernesto Dias Jr. disse...

Fui olhar nas minhas contas do ano passado. Bem.. o nome ainda é o mesmo.

Walmir Lima disse...

Não tenho muito tempo pra pensar no tempo.
Aliás, é tudo muito relativo. Esse negócio de ter tempo pra pensar no tempo só Eins...tem.

Estrelinha disse...

Obrigada Flavio pela sugestão...vou pensar seriamente nisso...fazer um curso de teatro...e para o meu curso de direito tb vai ser bom...pois todo advogado é um pouco artista...rs...ou será q é palhaço(a), bem ...pergunte ao Ernesto, tenho certeza q ele saberá responder!!!

É! disse...

eu era apaixonada, vivia nas nuvens e queria que o mundo acabasse em dias de muito sol, pele bronzeada e drinks criativos... Ops! Será que parei no tempo?

É! disse...

Flávio: então vc já viu aquela frase que diz que "o valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis."

Fernando Pessoa

Anne M. Moor disse...

Viva a pessoa do Pessoa!!

Estrelinha disse...

Lembrei...gente eu era muito felizzzzzzz!!!!! lembrei dos banhos no riacho no fundo do sitio onde eu morava, do barulho do balanço (nhec, nhec,)que tinha no pé de manga, do cheiro da chuva, do cheiro do cafe colhido e tomando sol no terreiro, dos desenhos nas nuvens que eu via quando me deitava na grama, da arvore q me viu crescer, do Rex( o cachorro) que passeava e brincava com a gente nos carreadores no meio do cafezal... nossaa...quanta lembranças boas e felizes!!!