sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Anotações de congressos

[Postado por Flavio Ferrari]


O comentário do Ernesto na minha postagem anterior, sobre suas anotações em congressos, levou-me a escanear as minhas.
São poucas. Velho hábito dos bancos de escola. A partir do colégio passei a não usar mais cadernos. Algumas folhas de A4 presas na surrada prancheta de madeira eram suficientes para as ideias que me ocorriam durante a aula.
Para mim, aulas e congressos são fontes de inspiração, raramente sobre o tema em questão.
Em geral, pespontam ideias filosóficas, como sugerem algumas anotações que encontrei...
- Declínio do celibato / associar com a história dos rabanetes
- Improviso planejado é improviso ?
- Centenas de lagartixas não fazem um jacaré
- Será que Nietzsche também dormia em congressos ?
- Fazer postagem sobre o Salmo do Salmão


11 comentários:

Udi disse...

(risos!)
A do jacaré fez-me lembrar a piada que Anne enviou recentemente. Tomando o contexto da piada eu diria que centenas de lagartixas não fazem 1 jacaré mas 1 baseado faria isso com apenas 1 lagartixa.

(será que podia usar esse termo por aqui?)

Jorge Lemos disse...

Segundo o próprio Nietzsche ele nunca foi a um congresso, preferia ficar em casa dormindo.
Busco respostas: o que é mais indigesto: o celibato ou rabanete?

Raquel Neves de Mello disse...

O celibato, Jorge. O rabanete ao menos é picante!

Anne M. Moor disse...

Mas uma lagartixa que bebeu água demais não vira jacaré? :P

Anne M. Moor disse...

Udi, escrevi meu comentário antes de ler o teu... hahahahahaha

Ti disse...

Uma curiosidade...

As inspirações vieram antes ou depois das cochiladas básicas?

disse...

UDIIIIIIIIIIIIIIII

TÁ em estado de graça!!!!!
Nos dois (e talvez mais) sentidos....

disse...

CelibaTo e rabanete?

?????
Será que o legume tá certo?

Suzana disse...

Ou " ce li bato" fico sem o rabanete!

Udi disse...

Suzana, se eu já não soubesse, afirmaria com toda segurança que você é amiga do Flavio :)))

Flavio Ferrari disse...

Udi: a Suzana é insuperável ...
Reune uma rara e vivaz inteligência, um senso de humor vértigo (acabo de inventar) e experiências de vida ímpares com uma alma madre ...