quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Saudades Difusas

[Postado por Flavio Ferrari]

Lembranças
de uma mente confusa
Saudade difusa
de ilusão ou de esperanças

Errar o caminho
e apertar o passo
em descompasso
triste, de volta ao ninho

Onde estará
a alma gêmea
para quem a fêmea
se entregará ?

Segue a procura
olhar orvalhado
coração apertado
em busca da cura

(homenagem para minhas meninas)

6 comentários:

disse...

Olhar sobre o sentir.
Muito bom.




PS:Cutucador, gostei.
Vou fazer um post na mesma linha.
Outra expressão, variante do mesmo tema.
Bjo

É! disse...

:-)

Anne M. Moor disse...

"Errar o caminho"... quantas vezes ao longo de uma vida bem vivida?
Abraços

Jorge Lemos disse...

Cura que semepre se faz através da poesia.
Bravos!

Udi disse...

Lindo de fazer brotar lágrimas!

(vou fazer um copy/paste)

Udi disse...

Diante de tanta poesia, só me resta calar... mas (céus!) não me contenho: como dizia minha tia "pretensão e água benta cada um tem quanto quer"... então (dando um espaço pro ego) a-do-rei ser chamada de menina!
:)