quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Paciência dá audiência

[Postado por Udi]

... lá no ARGUTA Café gerou vários comentários.

Talvez um dia eu consiga contar sobre como essa esta canção me despertou da paixão amorosa para a paciência amorosa... até se transformar neste momento ainda sem forma - como bem disse a Lu: between.

13 comentários:

Flavio Ferrari disse...

Vai ficar para outra hora ... a conexão está péssima ... beijo

Udi disse...

faltou paciência?
;)

disse...

Entrei e adorei.
Sempre gosto mais do interior...
Bjo.

É! disse...

Udinha... Lá no ARGUTA, vc quis dizer... hã? (a virginiana TINHA que corrigir... hehe)

Angela disse...

Udi, Udi...
"Trilha sonora" perfeita...de novo!
(Essa também vai pra pasta "Udicancoes").
Obs: Amo tudo do Lenine.
Bjo

Anne M. Moor disse...

Udi: "esse momento between" não tem forma... flui sem forma... Música perfeita!
Beijos

Ti disse...

Udi,

A vida é rara... Mas ela não para... Só nos resta aproveitá-la, com calma!!!

Adorei!!

Um ótimo dia para você!

Udi disse...

Lu, como uma inegável escorpiana, sempre olhando (ouvindo?) com profundidade, né?

É!rika-flor, tenho muitas amigas virginianas! Thanks God! (já corrigi)

Angelaaaaa! Eu "tinha" (como se eu pudesse!) que te fazer sair da toca! Segui o seu exemplo e me fez muito bem expessar "publicamente" algumas emoções.

Anninha, se você diz que flui, eu acredito (juro!) mas tem horas que me sinto estagnada... (que bom você me lembrar do movimento)

Ti, entendi o "com calma". Obrigada pelo carinho e cuidado (que em inglês fica mais preciso porque junta as 2 palavras em 1 única: carefull)

Udi disse...

Gentes, fala sério! Esse Café poderia ter outro nome?!
Olha só a minha cara de quem tomou um porre de fluoxetina :)

doppiafila disse...

Oi Udi, já tenho o Prozac no meu Google reader, assimm que voltarei para visitá-los! Um abraco, Doppiafila (aka Paolo)

ANA disse...

Udi, Obrigada, por tu visita a mi blog,
yo os leo a menudo, pero no entiendo completamente vuestros textos, aunque estoy aprendiendo brasileiro a marcha forzada.
Un placer visitaros,
y un abrazo,
ana.

Anne M. Moor disse...

Ana, que regio verte por acá!! Viva! Udi, trajiste Ana para el Prozac!

Udi dear: flui, quando a gente deixa e pára de fazer tannnnnnnnnnta força pra entender... E falar sobre os sentimentos out aloud nos ajuda a entendê-los...
Beijo grande...

Udi disse...

Olha só o Paolo e a Ana! Que legal, visitas tão ilustres!

Paolo: na verdade, minha sugestão foi para que você nos brindasse com textos em português, aqui neste Café. Afinal, não é justo deixar a argúcia dos teus hai kais apenas nos comentários. ...e nem as tuas idéias - inacessíveis aos pobres mortais bilingues - no Bogotalia.

Ana: você não faz idéia do quanto gosto dos teus escritos (tão femininos! ...sem sexismo). Só não comento mais porque sei das limitações do idioma.
Muito lindo seu esforço para entender nosso português. Tambíen tu podrias colaborar con nosostros aquí en el Prozac.

Anne: sempre solidária! beijos