domingo, 23 de março de 2008

Vôos

[Postado por Lú]

VÔO

Alheias e nossas as palavras voam.
Bando de borboletas multicores,
as palavras voam

Bando azul de andorinhas,
bando de gaivotas brancas,
as palavras voam.
Voam as palavras como águias imensas.
Como escuros morcegos,
como negros abutres,
as palavras voam.
Oh! alto e baixo em círculos

e retas acima de nós,
em redor de nós
as palavras voam.


E às vezes pousam.

Cecília Meirelles

12 comentários:

Anne M. Moor disse...

Que lindo!
"Voam as palavras como águias imensas." A liberdade retratada a partir do escrever...
Beijos voadores

Jorge Lemos disse...

Por graça da doce menina
as palavras boas pousam,
as vezes em forma de rima
o que muito nos anima.

Angela disse...

Algumas pessoas são como as palavras que voam...algumas...as que tem asas.
Bjo

Anne M. Moor disse...

Voar, minha amiga perspicaz, tem suas vantagens e momentos de flutuar feito beija-flor, assim como tem seus momentos com perigo iminente de nos levar ao chão!!!! Mas viva o vôo livre!
Beijos planares :-)

É! disse...

fiz belos vôos em companhia de Clarice Lispector neste fim-de-semana, Lú... Palavras e pensamentos voaram loooonge...
beijo, querida!

Walmir Lima disse...

Lú,
Provando que realmente tem asas.
Voa longe em nossos pensamentos essa menina.

Carlitos disse...

Es cierto las palabras vuelan como mariposas adornadas de colores, con el esplendor de las águilas o como buitres negros esperando destrozar a moribundos corazones. Pero a veces posan en aquellos que quieren escucharlas y las atesoran para siempre.

Ernesto Dias Jr. disse...

E quando pousam...

Carlitos disse...

Ernesto, Talvez las palabras no posan ni en el silencio. Revolotean en nuestro interior ansiosas de salir como delirios

disse...

Oi Carlitos.
Obrigada pela presença.
Fui no link.Você está anônimo(rs).
Volte sempre.Adorei.

Carlitos disse...

De nada, Lú.
So tentei convertir esas palavras em imagens e as imagens em mais palavras. Nuestras mentes reciben estímulos, los transforman en ideas que son expresadas con palabras. Gracias por permitirme esta presencia en su Café. En relación al link: Son curiosas las mujeres ¿No?.
Um abraço

disse...

Muito curiosas.
Ainda bem não é(rs)?
Aparece sempre.
Beijo.