terça-feira, 4 de março de 2008

so far, so good

[Postado por Érica Martinez]


Estou relendo um livro (que não posso comentar muito aqui, senão o Ernesto me tira do curso... rs...) que faz, num determinado momento, a seguinte pergunta:
se você soubesse que sua vida e todas as suas escolhas se repetiriam infinitamente e você as reviveria de novo e de novo e de novo, isso para você seria uma benção ou um castigo?

E eu estava justamente pensando em algo a esse respeito quando o Flávio postou ali sobre os pequenos prazeres... Pois me pergunto e lhes pergunto:

Você tem vivido diariamente de maneira satisfatória* o bastante que, se você tivesse que reviver tudo, seria uma grande 'benção'?

(*percebam: esse adjetivo está sendo usado não como "sofrível" e sim, como "aprazível", hein?! (hehe, grande dicionário...))

9 comentários:

Ti disse...

Érica,

Tem um filme que não me recordo o nome.. Talvez o Flávio lembre, que trata exatamente sobre isto, viver dia a pós dia o mesmo dia!!

Sabe o que é mais divertido? Cada dia passa a ser um dia diferente... Esta é a maior verificação que mudamos constantemente!!

Ernesto Dias Jr. disse...

Nem pensar.
A graça está em controlar as repetições, ou seja: se eu fiz alguma coisa que me lançou por uma trilha aprazível na vida, sei que posso repetir a dose, ou aplicá-la em outras circustância, e por aí vai.
E mesmo no caso de 'outcomes' desagradáveis, também quero poder aprender, corrigir e, quem sabe, repetir a dose na busca de mais sucesso dessa vez.

Anne M. Moor disse...

Nem uma coisa nem outra! Nenhum dia é igual ao outro...

Walmir Lima disse...

Claro! Muito pelo contrário! Não quero saber de Efeito Borboleta nenhum.

Ernesto Dias Jr. disse...

Ti:
É O Feitiço do Tempo, né não?

disse...

Existem, eu acho, as duas coisas.
Há situaçoes desagradáveis, que não repetimos, e outra deliciosas que queremos viver outra vez. Sempre tem um gostinho diferente , porque a vida é dinâmica e a gente também muda e evolui.
Essa é a parte fácil.
A difícil e´aquela em que as situações que nao gostamos e não queremos se repetem e nossa reaçaõ é a mesma.
Essa é aquela partezinha de nós que precisa ser mudada a favor de nós mesmos.Sabe aquela dificil de equacionar e resolver?
Então...,
Felizmente, de tanto tentar e buscar a gente acaba encontrando...
E vamos aprendendo...que a vida é boa também por isso.
Bjo bunitinha.

Ti disse...

Ernesto,

Bingo!! Excelente filme!

É! disse...

Ti, já assiti, mas vou assitir de novo, pela indicação.
E tb é o Efeito Borboleta mesmo.. Lembro que esse foi a Lú quem me indicou.
Pois é engraçado, eu tb sou do princípio de viver os sabores E os dissabores, pq é assim que se dá essa nossa evolução. A única coisa que muda, é que tento não reclamar mais, não me sentir mais insatisfeita... Torna o peso das escolhas mais leve e fica mais simples fazê-las, não?
É o "ama o teu destino", do tal filósofo...

Anônimo disse...

Hello, everything is going perfectly here and ofcourse
every one is sharing information, that's truly excellent, keep up writing.
Feel free to surf my web-site titanium promise rings