segunda-feira, 20 de agosto de 2007

Terra Santa

[Postado por Flavio Ferrari]

"Não te chegues para cá, tira os teus sapatos dos teus pés, porque o lugar em que estás é terra santa" (Exodo 3:5)
Ia começar a escrever esse post quando um livro caiu da prateleira: Patriarchas e Prophetas - legado de minha falecida avó adventista.
A postagem que pretendia fazer era um comunicado e um convite. Comunicaria que minha sensação de que estávamos passando por um momento coletivo de introspecção passou e que, de algum modo, sinto que as coisas voltam ao normal para todos. E o convite era para um novo encontro da turma blogueira.
Mantenho o objetivo original, mas agrego o convite adicional para uma pequena introspecção: nesta "terra santa" que estamos construindo, é chegada a hora de tirar os sapatos (ou aquilo que eles representam).
Prefiro não dizer mais nada e deixar que cada um pense no assunto ...

14 comentários:

Ti disse...

Não entendi... O momento de introspecção não passou?

Desta vez, fico apenas com o convite inicial!!

Já chega o inferno astral, que aliás, de inferno não tem nada!!!

Beijos

É! disse...

É isso aí, Ti!
Inferno Astral só é ruim se a gente enxergar dessa maneira!
Já disseram que o inferno é open bar, so...
Eu alterno momentos de introspecção e (extropecção?? ACABEI DE INVENTAR!), mas nem por isso deixo de curtir umas boas happy hours ainda assim!

É! disse...

ah, eu gosto de andar descalça...
(A ou O... nunca sei...)

Udi disse...

Será que foi por isso que comecei a me preocupar com as levitações?
Prometo pisar bem leve... e cuidar pra não ter chulé.

Anne M. Moor disse...

Já li a tua proposta várias vezes... O convite para um novo encontro é muito atrativo... Agoooooooora... qto aos sapatos... já fiz diversas interpretações / leituras e prometo que vou tentar, mas tá difícil... :-)

Flavio Ferrari disse...

Esclarecendo:
1. As forças síncronas que motivavam a introspecção coletiva passaram. Cada um de nós sairá dessa a seu tempo.
2. Tirar os sapatos pode ter vários sentidos. Deixar que os pés toquem verdadeiramente a terra, desvestir-se do verniz social, abrir mão de uma proteção desnecessária num espaço acolhedor, etc, etc - tudo com um sentido de ser e estar aberto e verdadeiro, desnudado.

Ernesto Dias Jr. disse...

Astromeguemos de rimbola ospega, ou o arrabalde da sinuca desnudada.
E os pés pelas mãos? Quem enfia?
Bilboquemos, bilboquemos.

Ernesto Dias Jr. disse...

Corrigindo:
Onde disse "arrabalde da sinuca" quis dizer "azáfama da peruca",
O sentido é o quase o mesmo, mas sutilezas contam...

Anne M. Moor disse...

"Tirar os sapatos pode ter vários sentidos..." - that's what I meant... Citaste alguns, tem outros...

disse...

Flávio. Um grande talento é aquela pessoa que consegue fazer emergir os talentos alheios. Vc é massa...
Ernesto:
falando em talento....ADOREI!!!!
Beijao

Gui Ferrari disse...

Quando moisés entra na caverna a procura da ovelha que fugira do pasto ele se depara com uma pequena planta que lhe diz estas palavras, emanando uma energia. ele se sente atraído pela energia, tira os sapatos e se sente revigorado e acolhido.
enfim... deus né....

é..
meu pai chutou bem. tiremos os sapatos pois a terra dos blogueiros é de Deus! heheh

É! disse...

devemos propor a escolha de um "boteco"?

Raquel Neves de Mello disse...

Vila Madalena?

É! disse...

SEMPRE!
Boa, Raquel!